Assine

Vetnil destaca a importância da castração para evitar câncer de mama

Ocorrência da doença pode chegar a 30% em gatas e 40% em cadelas

A prevenção do câncer de mama é reforçada durante as campanhas do Outubro Rosa. A Vetnil (Louveira/SP), pensando nisso, promove uma ação onde alerta sobre a importância da castração precoce, antes do primeiro ano de vida, em gatas e cadelas como forma de combater a aparição de tumores.

Além disso, a iniciativa reforça a importância de estar atendo aos principais sinais de alteração e de consultar sempre o médico-veterinário. A prevenção é fundamental para a detecção dos tumores. Estudos comprovam que a incidência deste tipo de câncer nos animas domésticos é alta, chegando a 30% em gatas e 40% em cadelas.

“Em nossos 24 anos de atuação nos tornamos referência em campanhas de orientação e ações para prevenir doenças e promover o cuidado animal. Por isso, procuramos aproveitar oportunidades, como o Outubro Rosa, para chamar a atenção de tutores de animais sobre a relevância desta ação”, afirma a médica-veterinária e gerente de Marketing da Vetnil, Fernanda Cioffetti Marques.

bigstock_black_cat_playing_with_pink_ri_4766252
Outros sintomas que podem ser indicadores de existência
do câncer mamário são dor, vermelhidão e temperatura
elevada no local (Foto: reprodução)

A profissional afirma que a castração de gatas e cadelas reduz para 0,5% a chance de desenvolvimento de tumores mamários malignos. Já que depois do primeiro cio aumenta em 8%; e depois do segundo salta para 26%. A médica-veterinária também reforça que para a prevenção é importante garantir uma alimentação equilibrada - rica em nutrientes, com o uso de suplementos - e motivar a realização constante de exercícios físicos.

Como identificar? Além do acompanhamento no médico-veterinário, é importante que o tutor esteja atento e faça o exame de palpação para identificar a presença de nódulos no animal. “É um recurso simples e eficaz que assegura a rápida percepção de eventuais inchaços ou nódulos, que deve ser acompanhado de exames regulares, bem como de consultas periódicas ao médico veterinário”, alerta a médica-veterinária.

Tratamento. Após a constatação do profissional é necessário que o tratamento seja iniciado. “Quanto mais precoce for o tratamento, maior é a possibilidade de cura. Portanto, o Outubro Rosa é um excelente momento para reforçar os cuidados, não só com familiares e amigas, mas também com as companheiras felinas e caninas, que nos apoiam e alegram o dia a dia”, complementa Marques.

Fonte: AI., adaptado pela equipe Cães&Gatos.

Seja o primeiro a comentar
Seu comentário foi enviado. Aguarde aprovação.
Erro ao enviar o comentário. Por favor, preencha o captcha e tente novamente.