in

90% DAS AVES MARINHAS TÊM RESÍDUOS PLÁSTICOS NO ESTÔMAGO

Número pode chegar a 99% até 2050 e 186 espécies podem ser afetadas

Que a poluição de mares e rios é um mal para todo o ecossistema isso já é sabido, mas em números o impacto é ainda maior. De acordo com um estudo divulgado pelo Fundo Mundial da Natureza (WWF), nove a cada dez aves marinhas possuem plástico no estômago.

O plástico tem sido o protagonista de inúmeras discussões que o colocam no centro de questões ambientais. Grandes empresas como o Starbucks e o McDonald’s já anunciaram que realizarão uma avaliação de seus produtos para substituir embalagens e canudos plásticos por materiais mais sustentáveis.

Os números alarmantes são reforçados por uma pesquisa feita pela Commonwealth and Scientific Research Organisation que aponta que, até 2050, será possível encontrar resíduos plásticos nos estômagos de 99% das 186 espécies de aves marinhas que ainda existirão no planeta. 

Os habitantes de água fresca, como sapos e peixes de água doce, não ficaram de fora e também viram sua população ser reduzida em 83%.

aves_marinhas

Especialistas afirmam que para rever situação é necessáriocumprir fielmente acordos da ONU (Foto: reprodução)

O estudo também salienta que a vida selvagem no mundo inteiro diminuiu em 60% desde a década de 1970, devido ao uso indiscriminado de recursos naturais. “Nosso planeta está numa encruzilhada e nós é que vamos decidir qual caminho seguir”, afirma o diretor geral do WWF, Marco Lambertini.

O profissional também ressalta que tudo o que está acontecendo serve como um ultimato acerca de toda a pressão que nós submetemos o nosso planeta.

Fonte: Galileu, adaptado pela equipe Cães&Gatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HÁBITOS DE TUTORES DE PET NO BRASIL SÃO APRESENTADOS EM PESQUISA

ROYAL CANIN LANÇA “MEU PET NO PESO” PARA AUXILIAR CÃES E GATOS