Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Adaptação entre cães e bebês exige paciência e muito carinho dos tutores

Adaptação entre cães e bebês exige paciência e muito carinho dos tutores. Adestradores selecionaram algumas dicas na hora de apresentar a criança ao pet
Por Equipe Cães&Gatos
maxresdefault
Por Equipe Cães&Gatos

Adestradores selecionaram algumas dicas na hora de apresentar a criança ao pet

Aumentar a família para além de um pet é desejo de muitos brasileiros. Contudo, como preparar o cão para receber o bebê é uma dúvida muito recorrente entre os tutores, ação que, segundo adestradores, exigirá paciência e muito carinho.

Como auxílio, os profissionais Douglas Gouvea e Michelle Araújo, criadores da empresa DougWalker, selecionaram algumas dicas para fazer com que o cachorro e o bebê se tornem amigos e vivam em harmonia na casa.

Entre as indicações, confiar na sensibilidade do animal é muito importante. “Os cachorros têm um olfato bastante apurado. Antes mesmo da mãe saber que está grávida, eles já sabem disso”, explica Douglas. De acordo com ele, isso ocorre porque os animais possuem uma sensibilidade intuitiva grande e, dificilmente, pularão na barriga da mãe grávida quando ela chegar em casa. Caso isso aconteça, é importante ter paciência para ensinar a ir com calma durante o período da gravidez.

Decidir os espaços em conjunto também é imprescindível. “É importante decidir o quanto antes se o cachorro poderá entrar no ambiente em que a criança vai ficar. Se não puder, é necessário fazer a retirada. Caso contrário, o pet pode associar a criança a algo negativo e ter um comportamento que não desejamos”, orienta Michelle.

E, para que não haja muito estranhamento, os profissionais contam que é necessário manter a rotina do animal, na medida do possível. “É preciso entender que os cães, assim como os bebês, merecem atenção e carinho. Mantenha as brincadeiras, sempre mostrando que há uma criança na casa. Não mude seu comportamento com o cachorro, ele pode sentir. Caso o comportamento do cão seja atípico, é importante chamar um adestrador”, aconselham.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!