in

Após caso de maus-tratos, Pitbull volta a andar graças à doação de prótese

Em 2020, Sansão foi torturado e inspirou criação de lei em defesa dos animais

Após ser torturado e inspirar criação de lei contra maus-tratos, Pitbull volta a andar com prótese. Animal, em 2020, teve as duas patas traseiras amputadas.

Segundo a Associação de proteção animal Patas Para Você, responsável pela doação, a prótese foi produzida em Denver, nos Estados Unidos e conta com a mais alta tecnologia na área, principalmente em que se refere ao material termoplástico e foi feita sob medida para substituir uma das pernas traseiras do animal.

“Para a confecção da prótese, foi feito um molde de gesso sintético, com base no membro afetado, permitindo que a prótese seja similar ou quase igual a pata perdida. É uma pena que só foi possível substituir uma das duas patas traseiras do cão, porque elas foram amputadas em áreas diferentes. Apenas a esquerda possibilitou o encaixe da prótese”, explica a Associação.

Vale ressaltar que, Sansão, cão da raça pitbull, foi amordaçado com arame farpado no focinho e teve suas pernas traseiras decepadas. “O caso gerou manifestações a favor de normas mais severas contra atos cruéis a animais. Assim, uma nova Lei que criminaliza os maus tratos aos animais foi sancionada em 29 de setembro de 2021 e ficou conhecida como Lei Sansão”, relembra a Patas Para Você.

A iniciativa possibilitará que o cão volte a andar, com três patas, após um breve período de adaptação.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

GPTW: Vetnil está entre as 20 melhores empresas para trabalhar Ranking São Paulo

Causas, diagnóstico e tratamento: médica-veterinária fala sobre coprofagia

Pesquisadores colhem sêmen de onças do Pantanal para salvar populações isoladas

(Foto: reprodução)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estudo afirma que níveis de leptina podem ser utilizados para detectar câncer de mama em gatos

ABHV e PremieRpet apoiam curso de Gestão em Saúde Veterinária, da Fundação Dom Cabral