in

Após castração, gatos podem “implorar” por alimento por meio da comunicação visual com tutor

Além de tantos benefícios, o procedimento também apresenta alguns pontos de atenção

A castração tem diversos benefícios conhecidos, entre eles podemos destacar a redução das fugas e acidentes, brigas e menor chance de contato com doenças infecciosas nas ruas. O procedimento cirúrgico pode ser realizado durante toda a vida dos gatos machos e fêmeas, apesar de ocorrer, frequentemente, ainda na fase de filhote. Todos esses fatores fazem com que a expectativa de vida dos gatos castrados seja praticamente o dobro quando comparada à de um gato não castrado.

Além de tantos benefícios, a castração também apresenta alguns pontos de atenção. Estudos mostram que a taxa metabólica basal e o nível de atividade diminuem, consideravelmente, após a castração. Apenas 48 horas após a esterilização, já pode ser observado um aumento do consumo voluntário de alimentos. Associado ao aumento da fome, alguns gatos podem desenvolver o comportamento de implorar por alimento por meio da comunicação visual e vocalização com seus tutores. Este comportamento foi relatado por 56% dos tutores de gatos e, neste grupo, 69% relatam que ofertam alimento até os gatos pararem de expressar esse comportamento. Apenas 19% dos tutores dizem seguir as recomendações de alimentação.

Leia o artigo completo na edição de março de 2021, da revista Cães&Gatos VET FOOD, acesse em revistacaesegatos.com.br.

Abaixo as referências bibliográficas utilizadas pelo autor:

Kanchuk, M.L., Backus, R.C., Calvert, C.C., Morris, J.G., Rogers, Q.R. (2002) Neutering induces changes in food intake, body weight, plasma insulin and leptin concentrations in normal and lipoprotein lipase-deficient male cats. J Nutr.132: 1730S-1732S

Ito Y, Watanabe A, Takagi S, Arahori M, Saito A. Cats beg for food from the human who looks at and calls to them: ability to understand humans’ attentional states. Psychologia, 2016, 59, 112-120.

Courcier, E.A., O’Higgins, R., Mellor, D.J., Yam, P.S. (2010). Prevalence and risk factors for feline obesity in a first opinion practice in Glasgow, Scotland. J Feline Med Surg. 2010 Oct;12(10):746-53. Epub 2010 Aug 3.

Fettman MJ, Stanton CA, Banks LL, Hamar DW, Johnson DE, Hegstad RL and Johnston S. Effects of neutering on bodyweight, metabolic rate and glucose tolerance of domestic cats.Res Vet Sci 1997 Mar-Apr; 62(2): 131-6

Weber, M., et al. (2007). A high protein, high fiber diet designed for weight loss improves satiety in dogs, J Vet Intern Med. 2007, 21, 1203-1208

Bissot, T., et al. (2010). Novel dietary strategy can improve the outcome of weight loss programmes in obese client-owned cats. JFMS. 2010, 12, 104-112

Russell J, Bass P. 1985. Canine gastric emptying of fiber meals: influence of meal viscosity and antroduodenal motility. The American Journal of Physiology 249: G662-667.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estudante produz artigo sobre qual a melhor maneira de cuidar de um Axolote

Promoção da Royal Canin premia com um ano de alimentação e consultoria para pets