Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Clínica e Nutrição

ASMA É COMUMENTE ENCONTRADA NO ATENDIMENTO DE GATOS

Por Equipe Cães&Gatos
Por Equipe Cães&Gatos

A asma é definida como um distúrbio respiratório crônico das vias aéreas inferiores, caracterizado por inflamação eosinofílica e hiper-responsividade das vias aéreas, limitação do fluxo de ar e remodelamento das vias.

De acordo com a médica-veterinária especializada em felinos Vanessa Zimbres gatos são, frequentemente, diagnosticados com asma felina. “O interessante disso é que, de acordo com a definição de asma, esse distúrbio é raro no reino animal, provavelmente ocorrendo apenas nas espécies felina e humana”, diz.

De acordo com Vanessa, os sinais clínicos mais comuns da asma são tosses, sibilos, respiração ruidosa e/ou laboriosa. “É muito comum os tutores interpretarem as tosses como engasgos por tricobenzoares e não é incomum recebermos na clínica tutores inexperientes que confundem o ruído respiratório patológico com o ronrom”.

Ela comenta que alguns gatos apresentarão tosse diária, outros chegarão à clínica com angústia respiratória intensa.  “O exame radiológico não deve ser realizado como único exame diagnóstico e, muitas vezes, o histórico clínico e achados do exame físico associados à avaliação do lavado brônquico fornecem informações suficientes para o diagnóstico”, aponta Vanessa.

Já o tratamento tem por objetivo reduzir a broncoconstrição e diminuir a inflamação subjacente, segundo a profissional.

Leia a reportagem completa, gratuitamente, em nossa revista on-line. Acesse aqui.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

Compartilhe este artigo agora no