in

BAYER SAÚDE ANIMAL REALIZA CICLO DE PALESTRAS SOBRE DERMATOLOGIA

Foco é ampliar divulgação do produto Seresto a médicos-veterinários

Foco é ampliar divulgação do produto Seresto a médicos-veterinários

Cláudia Guimarães, da redação

[email protected]

Propagar a ação de produtos antiparasitários em animais alérgicos, mais precisamente o Seresto, é o intuito da Bayer Saúde Animal (São Paulo/SP), que está realizando um ciclo de palestras sobre dermatologia.

A consultora Técnica responsável pelas regiões Sul e Sudeste da empresa, Camila Paula Camalionte, conta que, como os princípios ativos de Seresto não são sistêmicos, o produto mata os parasitas por contato, sem que precisem picar o animal. “Dessa forma, temos obtido ótimos resultados do uso do produto em cães e gatos alérgicos a picada de ectoparasitas”, garante.

Para comandar as palestras, o médico-veterinário especialista em dermatologia veterinária, Ronaldo Lucas, foi o convidado. Em Curitiba (PR) e São Paulo (SP) o tema tratado nas apresentações foi ”Multimodalidade e intermodalidade na terapia da Dermatite Atópica. Como planejar?”, realizados em 26 de julho e 15 de agosto, respectivamente. Para o Rio de Janeiro (RJ), no dia 20 de setembro, o tema é “Dermatites alérgicas e estudos de casos – nova classificação ou intersecção?”. Essas cidades foram escolhidas, de acordo com a consultora, porque representam grande potencial para o produto onde o mercado está bem estabelecido e com potencial população pet para uso de Seresto.

ronaldo palestra

Próxima palestra sobre dermatites alérgicas será noRio de Janeiro, em 20 de setembro (Foto: C&G VF)

Camila revela que os assuntos foram escolhidos levando em consideração que as três principais causas de dermatites alérgicas em cães e gatos: a picada de ectoparasitas (DAPE), hipersensibilidade alimentar e dermatite atópica. Todas se correlacionam. “Temos estudos que comprovam que 52 a 75% dos animais com hipersensibilidade alimentar sofrem também de DAPE ou atopia e, ainda, que 35 a 80% dos animais atópicos são, também, sensíveis a picada de ectoparasitas”, menciona.

Para os médicos-veterinários, Seresto apresenta-se como uma boa opção para o auxílio no diagnóstico dessas dermatites alérgicas, segundo Camila, além de colaborar no tratamento dos casos, pois possui duração de oito meses e o clínico não fica na dependência do proprietário lembrar de comprar e aplicar produtos de uso mensal. “A coleira Seresto é um produto prático e seguro para o profissional, proprietário e, também, para o animal, pois é a solução de mais longa ação do mercado, com a melhor relação de custo-benefício, não tem cheiro, é resistente à água e mata os parasitas por contato, reduzindo o risco de doenças transmitidas por vetores, inclusive a leishmaniose”, descreve.

Para Ronaldo Lucas, a dermatologia veterinária é uma especialidade que atrai muitos seguidores, não só na indústria de nutrição animal, mas na indústria farmacêutica. “Podemos nos basear pelos últimos lançamentos importantes, que foram para a dermatologia. Acredito que a especialidade está bem representada pelos profissionais brasileiros”, declara. 

O público nas primeiras duas apresentações foi composto por cerca de 200 veterinários e, como existe um número restrito de vagas para cada encontro, o mesmo está sendo divulgado pela equipe de vendas e de marketing da empresa apenas aos veterinários que são selecionados e convidados para o evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CÃES, GATOS E AVES PODEM DESFRUTAR DO NOVO LANÇAMENTO DA VETNIL

NOVO FORMATO DA PSA ALAVANCA, AINDA MAIS, A VENDA DOS EXPOSITORES