in

BENEFÍCIOS DA COMPANHIA DE PETS AOS IDOSOS É SUPERIOR AO DE OUTRAS IDADES

Além da parte física, convívio também melhora o estado psicológico

Os benefícios da companhia de um animal de estimação são muitos para seus tutores, mas essas características positivas do contato com os pets pode ser ainda maior quando se tratam de idosos. Isso porque a relação pode exigir hábitos, que muitas vezes, as pessoas de mais idade acabam abandonando.

Estudos mostram que a falta de uma ocupação diária e muitas vezes a solidão, faz com que os idosos não sintam-se motivados a se exercitar, manter os cuidados com a casa e até a manterem vínculos sociais. A responsabilidade de cuidar de um animal acaba funcionando como um estímulo.

Além disso, o afeto proveniente dessa relação também é muito benéfica aos idosos. Uma pesquisa publicada no National Center for Biotechnology Information, comprovou esses indícios ao mostrar um maior bem-estar psicológico em quem possui um pet.

idoso_cao_reproducao

Os pets podem ajudar a diminuir o estresse, depressão,mau humor, insônia, falta de apetite e as dores (Foto: reprodução)

A pesquisa também mostrou que dois terços das pessoas na terceira idade consideraram os animais como seus “melhores amigos” e “razão para se levantar de manhã”, e setenta e cinco por cento consideraram sua saúde “excelente” com o convívio com os pets.

No entanto, é importante que o animal seja escolhido de acordo com as possibilidades do tutor. Isso porque alguns possuem um perfil mais agitado ou podem exigir mais cuidados. 

O ideal, segundo os especialistas, é escolher um animal adulto, já que possuem a personalidade mais desenvolvida e tem menos chances de apresentar comportamentos mais agitados, como destruição de objetos.

O tamanho também é importante na hora da escolha, o recomendado é um animal de pequeno e médio porte para que não leve a acidentes devido à força. Em relação às raças, especialistas indicam os animais sem raça definida.  

Fonte: Acritica, adaptado pela equipe Cães&Gatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIETA SEM CEREAIS PODE ESTAR RELACIONADA A DOENÇAS CARDÍACAS EM CÃES

USO PROFISSIONAL DE REDES SOCIAIS EXIGE CAUTELA DE MÉDICOS-VETERINÁRIOS