Cães e gatos logo

Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Boa alimentação reduz riscos de problemas de pele em cães

Estudo mostra a eficácia da palmitoiletanolamida na dieta de animais e sua ação em processos inflamatórios de doenças de pele
Por Equipe Cães&Gatos
alimentação
Por Equipe Cães&Gatos

Assim como nós, os cães estão sujeitos a ter doenças de pele, as quais, muitas vezes, causam desconforto – coceira e estresse. A médica-veterinária e gerente de Produto de Animais de Companhia da Pearson Saúde Animal, Juliana Novelli, destaca as mais comuns: dermatite canina, alopecia canina, micose e sarna.

A profissional ainda assinala que o cuidado com o ambiente do animal é parte importante das medidas preventivas para evitar alergias. “Tenha certeza que manter o local limpo, lavar e higienizar utensílios que ele usa no dia a dia, como bebedouros e comedouros, diminuirá drasticamente a proliferação de fungos e bactérias que poderiam afetar o cão”, diz.

A qualidade de pele e do pelo está ligada à dieta do animal (Foto: reprodução)

Mas, e quando a alergia aparece: o que fazer? “Descobrir a origem do problema também é fundamental”, recomenda a especialista da Pearson. E a causa pode estar na alimentação do pet. “A qualidade de pele e do pelo está ligada à dieta do animal. Por isso, funciona muito bem oferecer suplementos nutricionais. A inclusão de suplementos vem ganhando espaço porque eles contam com elementos essenciais para atender às necessidades nutricionais, como vitaminas e minerais. Há ainda biocompostos mais específicos, como a palmitoiletanolamida (PEA), que possui ação no sistema endocanabinóide e está no centro das pesquisas do combate a doenças de pele”, adiciona.

Um estudo realizado pela Bioinnova investigou a atuação do NutriCore Alivium, produto da Pearson, que contém em sua formulação o Levagen (PEA – palmitoiletanolamida, Biotina, Zinco e Vitamina C) como auxiliar em tratamento em doenças de pele dos cães. Os testes foram realizados in vitro (sem o uso de animais). Isso é possível devido ao cultivo de células específicas que se assemelham à inflamação.

A especialista da Pearson informa, também, que a Biotina é essencial para a saúde dermatológica. “Enquanto a biotina contribui para a hidratação cutânea, a vitamina C tem ação antioxidante e o Zinco potencializa o sistema imunológico, promovendo renovação celular, portanto, o estudo demonstrou que Nutricore Alivium pode contribuir como coadjuvante para o tratamento de distúrbios dermatológicos em cães.

Se não tratado de forma adequada, o problema de pele – que pode ser simples à primeira vista – pode se agravar, chegando até a uma infecção bacteriana, afetando bastante a qualidade de vida do animal. “O tratamento, quando realizado logo no início do diagnóstico, resulta em uma melhora rápida. Aliás, fica o alerta de que o problema precisa ser investigado com olhar multifatorial. A suplementação fornece elementos importantes para atuar na inflamação, mas o tutor precisa estar atento o tempo todo ao ambiente e ao comportamento do seu melhor amigo”, orienta Juliana Novelli.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Órgão Jacobson permite uma identificação mais rápida e precisa dos odores nos gatos

Enfrentamento da esporotricose demanda políticas públicas específicas

Médicos-veterinários ganham suporte para auxiliar na saúde mental 

Compartilhe este artigo agora no

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!