Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Cão com nariz escorrendo: como acontece e por quê?

Nem sempre os tutores identificam algum sintoma nos pets, mas o nariz escorrendo não tem como não perceber não é mesmo?! Mas será que isso é perigoso? Entenda mais sobre essa situação
Por Equipe Cães&Gatos
cachorro gripado
Por Equipe Cães&Gatos

Um cachorro com nariz escorrendo pode ser a causa de uma série de problemas de saúde no pet. Pode ser algo muito grave, ou pode ser algo muito simples e passageiro. No entanto, é fundamental que o tutor tenha total consciência do que está acontecendo e do que pode ser. Caso contrário, o animal poderá sofrer bastante sem algum diagnóstico precoce para um tratamento adequado.

- PUBLICIDADE -

No entanto, nossa primeira dica, é: não se desespere. Afinal, muitas vezes a coriza pode estar relacionada simplesmente com algum tipo de alergia passageira. O cachorro pode ter cheirado algum pó ou sujeira no chão e, caso haja algum objeto estranho no focinho do cachorro, isto pode causar a coriza que, com o tempo, vai passar.

É normal? É perigoso? Por que isso acontece? Entenda as motivações principais

Se você é daqueles tutores que não abre mão de saber absolutamente tudo sobre a vida e o dia a dia do seu cachorro, este artigo é perfeito para você. Afinal, esta é a melhor forma de cuidar de um cachorro corretamente, pois a gente só sabe o que o animal está passando a partir do momento que temos um controle grande sobre o dia a dia dele.

Se não soubermos absolutamente nada da vida do cachorro, dificilmente conseguiremos notar algum tipo de problema que ele pode estar passando. Por exemplo, se o cachorro está com gripe, ele ficará muito cansado e deitado o tempo inteiro. E isto somente será estranho aos olhos do tutor, caso ele saiba que a rotina do animal é muito mais agitada do que isso.

Os cachorros também ficam com gripe e isto é muito comum acontecer em épocas mais frias do ano (Foto: Reprodução)

No entanto, problemas mais aparentes, como um cachorro com nariz escorrendo, nem sempre é algo difícil de ser percebido. Pois é físico. A coriza está ali. Basta olhar para o cachorro. E neste caso, uma série de dúvidas podem surgir, pois não é normal que o cachorro tenha seu nariz escorrendo.

  • Gripe em cachorros pode ser o motivo número um para o seu cãozinho ficar com nariz escorrendo;
  • Problemas relacionados ao estilo de vida do animal também podem deixá-lo com nariz escorrendo;
  • O problema pode surgir quando você utiliza produtos de limpeza perto do cachorro;
  • Problemas respiratórios também estão altamente associados a coriza do cachorro (nariz escorrendo);

Gripe em cachorros?

Existem diversos motivos pelos quais o seu cachorro pode estar com o nariz escorrendo. Mas um dos motivos mais clássicos e comuns é o fato de o seu cachorro estar gripado. Sim, gripado! Os cachorros também ficam com gripe e isto é muito comum acontecer em épocas mais frias do ano, quando eles preferem ficar em ambientes mais fechados e com pouca ventilação.

Assim como nós, humanos, os cães também são muito suscetíveis a contraírem diversos tipos de vírus. E o vírus da gripe é um dos mais comuns, visto que eles são altamente contagiosos e podem facilmente infectar o seu cachorro em um período de temperaturas mais amenas durante o inverno e outono. No entanto, isto não descarta a possibilidade de infecções também na primavera e verão, ok?

Somente o veterinário poderá diagnosticar e receitar um tratamento adequado para seu cachorro (Foto: Reprodução)

A gripe em cachorros pode se mostrar presente na vida do animal de diversas maneiras. E se você acompanha bastante a rotina e dia a dia do animal, sabe exatamente quando ele está se comportando de maneira um pouco mais estranha do que o convencional: ele pode ficar deitado por mais tempo, pode ficar com menos apetite, pode buscar locais mais escondidos e, claro, pode apresentar a coriza.

Mas além da gripe em si, um cachorro com nariz escorrendo pode estar passando por alguns outros problemas de saúde, que listamos abaixo:

  • Neoplasias;
  • Pólipos;
  • Mucosa nasal;
  • Rinite alérgica;

Por isso, essa dica aqui é sempre muito válida: nunca deixe de levar o seu cachorro a um médico-veterinário. É o veterinário que poderá diagnosticar e receitar um tratamento adequado para um cachorro que não está muito bem.

Fonte: Portal do Dog, adaptado pela Equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:
Saiba como proteger seus pets durante o outono
Férias em família: posso levar meu cachorro à praia?
Saiba como proteger seu pet durante o sobe e desce das temperaturas

Compartilhe este artigo agora no