in

CÃO ‘ASTRO DE CINEMA ORIENTAL’ PASSA POR PROCEDIMENTO DE CLONAGEM

Método foi realizado na China e tem custo de mais de 50 mil dólares

Método foi realizado na China e tem custo de mais de 50 mil dólares

Castrado quando ainda era filhote, o cão Juice, também chamado de Guozhi, em madarim, terá seus genes preservados por um clone. O animal é famoso na China por ter estrelado em diversos filmes. O seu tutor, o treinador de animais He Jun, procurou uma empresa de biotecnologia do País para conseguir tal feito.

A Sinogene é a primeira empresa deste ramo na China a oferecer serviços de clonagem de animais de estimação. A empresa ficou conhecida em maio do ano passado, quando clonou com sucesso um beagle editado geneticamente e, um mês depois, lançou serviços de clonagens comerciais.

O valor, no entanto, não é tão acessível. Hoje, o serviço pode ser adquirido por 55.065 dólares. O processo ainda está em sua fase inicial, mas, segundo o diretor-executivo da empresa, Mi Jidong, o trabalho deve expandir para a edição genética. “Descobrimos que cada vez mais donos de animais de estimação querem que eles os acompanhem por um período de tempo ainda maior”, disse o gestor.

clone_juice

Tutor acredita que clone, apelidado deLittle Juice, “será ainda melhor” (Foto: reprodução)

O empreendimento tem expandido no País, já que possui um número menor de barreiras regulatórias. No início deste ano, por exemplo, um laboratório de Xangai produziu os primeiros clones de macacos do mundo. Em um caso mais controverso, He Jiankui, da Universidade de Ciência e Tecnologia do Sul da China, afirmou ter utilizado tecnologia de edição genética para alterar os genes embrionários de duas gêmeas.

O professor associado de ciências biomédicas da Universidade Chinesa de Hong Kong, Tin-Lap Lee, afirma que, embora a China tenha regulamentos sobre o uso de animais em pesquisas de laboratório, não existem leis que abordam explicitamente a clonagem de animais.

Fonte: Extra, adaptado pela equipe Cães&Gatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ABANDONO DE ANIMAIS NO PERÍODO PÓS FESTAS CRESCE EM MÉDIA 60%

INTELIGÊNCIA CANINA NÃO É SUPERIOR A DE OUTRAS ESPÉCIES, APONTA ESTUDO