in

COLEIRA INTELIGENTE VISA DIMINUIR PERÍODO DE SELEÇÃO PARA CÃES-GUIA

O equipamento coletará dados, como temperamento e reação a novas situações

Com a crescente demanda pelo auxílio de cães-guias, uma coleira inteligente foi criada para facilitar a identificação de animais aptos para a função. O equipamento que irá monitorar o cão desde filhote, foi criado por meio de parceria entre a IBM e a  organização Guiding Eyes for the Blind.

Por meio de inteligência artificial, a coleira Smart Collar, fará levantamentos sobre frequência cardíaca, movimentos, reação a novas situações e temperamento. Todas as informações reunidas pela coleira serão analisadas por um supercomputador da IBM capaz de fazer associações de dados complexos, podendo prever até mesmo probabilidade de sucesso do treinamento. Atualmente, o treinamento de cães-guia dura dois anos, custa em média US$ 50 mil, e a taxa de sucesso está em torno de 30%.

No atual projeto, os pesquisadores coletarão dados sobre os animais nos próximos dois anos e pretendem otimizar recursos e aumentar a taxa de sucesso dos treinamentos de novos cães-guia. Por isso, a expectativa é que o novo recurso possibilite identificar quais mudanças seriam necessárias no treinamento dos animais e até mesmo quais cachorros não seriam indicados a seguir com o treinamento.

Fonte: Megacurioso, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CELULITE JUVENIL CANINA É PROBLEMA COMUM, MAS POUCO RELATADO

ENCONTRO INTERNACIONAL DEBATE VALIDAÇÃO DO ENSINO DA MEDICINA VETERINÁRIA