Cães e gatos logo

Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Com primeiro semestre positivo, varejo pet eleva projeção de faturamento para 14,7%

Por Equipe Cães&Gatos
varejo pet
Por Equipe Cães&Gatos

Estimativa atualizada do Instituto Pet Brasil (IPB) com base no desempenho do primeiro semestre aponta que o faturamento do setor pet terá crescimento de 14,7%, chegando a R$ 59,2 bilhões em 2022. A projeção anterior, feita a partir de dados dos primeiros três meses do ano, era de 14% (R$ 58,9 bilhões). 

O faturamento consolidado de 2021 foi de R$ 51,7 bilhões, alta de 27% sobre 2020, que registrou faturamento de R$ 40,9 bilhões, segundo o IPB, instituição que há nove anos estimula o desenvolvimento do setor pet brasileiro. 

O segmento de Pet Food, que é a venda de alimentos industrializados para animais de estimação, deverá fechar o ano com um faturamento de R$ 33,4 bilhões, uma participação de 56,4% sobre o faturamento total e um aumento de 17,6% sobre o valor consolidado do ano passado. 

A venda de animais de estimação diretamente dos criadores vem em segundo lugar, com projeção de movimentar R$ 6,2 bilhões (10,3% do faturamento e alta de 9,7% em relação a 2021). Em terceiro vem o segmento Pet Vet, que é a venda de medicamentos veterinários, com R$ 5,8 bilhões (9,9% do faturamento do mercado e alta de 11%). Em seguida vêm serviços veterinários (R$ 5,5 bilhões, 9,3% e 14,6%, respectivamente), serviços gerais (R$ 5,1 bilhões, 8,7% e 7,4% respectivamente) e Pet Care, os produtos de higiene e bem-estar animal (R$ 3,1 bilhões, 5,4% e 14,5%). 

Segundo o presidente do Conselho Consultivo do IPB, Nelo Marraccini, a expectativa é de aquecimento ainda maior no segundo semestre. “Tivemos um semestre homogêneo. Nesta segunda metade do ano, temos expectativa de aceleração, uma vez que há previsão de melhoria tanto para a inflação quanto para o Produto Interno Bruto no país”, afirma Marraccini. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Aumento do número de gatos nos lares brasileiros exige maior conhecimento sobre a espécie

Insuficiência Cardíaca Congestiva é a principal consequência das doenças cardíacas em pets

Treinar cães domésticos com buzinas pode afetar o aparelho auditivo desses pets

Compartilhe este artigo agora no