Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Como os animais associam músicas e gêneros musicais?

Veterinários utilizam a música como forma de tratamento terapêutico para os pets
Por Equipe Cães&Gatos
música
Por Equipe Cães&Gatos

Você já se perguntou se seu pet é “pagodeiro”? “Rockeiro”? Talvez um “k-poper”? Segundo a médica-veterinária Djiane Steidler, de Itapetininga (SP), animais não sabem diferenciar gêneros musicais, mas conseguem associá-los a memórias positivas ou negativas, o que pode contribuir para a formação de um “gosto” por determinadas melodias.

“Os animais vão associar os sons com sensações, então, se estiver tocando uma música e você estiver fazendo carinho, dando conforto, ele vai associar essa música com algo bom, mas se tocar alguma música e esse animal sofrer algum tipo de trauma, ele vai sempre associar a música ao trauma”, explica.

Djiane também informa que a música, além de remeter a lembranças, pode provocar sensações e estimular diferentes comportamentos. “Se o pet estiver feliz com o som emitido, ele poderá ficar mais calmo e carinhoso. Contudo, se o sentimento for o contrário, ele poderá sentir medo e desconforto, e consequentemente, tentar fugir ou se esconder. Com músicas, o nível de estresse – o cortisol – diminui, ajudando ainda mais no tratamento de um animal”, complementa.

O músico Charles Junior conta que sua gata Charlotte faz questão de chegar um pouco mais perto ao ouvir as notas do violão. “Quando estou tocando violão, percebo que elas gostam de ficar por perto, deitadas, como se estivessem relaxadas mesmo, meio que aproveitando o som”, comenta.

“Uma das minhas gatas gosta de pular no piano quando estou tocando, parece que ela gosta de pisar na tecla e ver que sai som, como se estivesse brincando mesmo”, finaliza o musicista.

A música, além de remeter a lembranças, pode provocar sensações e estimular diferentes comportamentos nos pets (Foto: reprodução)

Musicoterapia

Além dos tratamentos convencionais, a veterinária Djiane utiliza musicoterapia para atender animais na clínica veterinária em que trabalha. Os pacientes são variados: cães, gatos, coelhos e, até mesmo, pássaros silvestres, como o pavó.

A musicoterapia é um tratamento realizado para garantir melhor qualidade de vida utilizando música, podendo ser aplicado a humanos e animais. “Essa terapia ajuda no bem estar dos animais, principalmente os internados em clínicas veterinárias. A música deixa o ambiente mais aconchegante, calmo e adequado para que eles possam ter uma boa recuperação”, conta Djiane.

Fonte: G1, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Leptospirose tende a ocorrer com mais facilidade em períodos de chuva

Tutores podem ser divididos em quatro tipos, saiba qual deles é você

O que fazer ao encontrar animais peçonhentos dentro de casa?

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!