Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Conheça o Lancashire heeler, nova raça descoberta

Instituto anuncia o registro de um pequeno cão de pastoreio britânico
Por Equipe Cães&Gatos
A inclusão na lista da AKC permite que o Lancashire possa participar de competições e exposições de cães pelos EUA (Foto: divulgação)
Por Equipe Cães&Gatos

O American Kennel Club (AKC), organização dos Estados Unidos que faz o registro genealógico de cães, anunciou uma nova raça de cachorro no início de janeiro: o Lancashire heeler. 

Ele é originário do Reino Unido (o nome vem de um condado no noroeste da Inglaterra) e foi criado como um animal de pastoreio, ajudando a conduzir gado e outros trabalhos em fazendas. É de pequeno porte (tem uns 30 cm) e pode pesar até 8kg. Possuem corpos um pouco alongados (como o Dachshund, o famoso salsichinha), com o pelo curto e na cor castanha ou preta. 

Segundo a descrição chamada de “Padrão da raça”, eles são conhecidos por serem “corajosos e afetuosos com os donos”. E apesar do tamanho, são capazes de diversas atividades, como salto, corrida, etc. 

A inclusão na lista da AKC permite que o Lancashire possa participar de competições e exposições de cães pelos EUA (Foto: divulgação)

Apesar de sua origem britânica, o Lancashire se tornou uma raça nativa vulnerável no país. Segundo o Kennel Club britânico, o registro de animais da raça fica em torno de somente 121 exemplares por ano, em média. Há 5 mil Lancashires em todo o mundo. 

Como funciona o registro de raças de cães?

O reconhecimento de novas raças é feito pelas organizações existentes em cada país – por conta disso, o número de raças registradas varia de lugar para lugar.

Cada organização define suas próprias regras e exigências para o reconhecimento de novas raças, de forma que o que pode ser uma raça para uma, não necessariamente é para outra. Esses padrões buscam estabelecer quais os critérios que fazem uma raça ser pura, com padrões definidos para tamanho, cor, peso, temperamento, entre outras características. 

O reconhecimento de uma nova raça depende do número de animais com pedigree distribuídos dentro do território norte-americano. 

Para que uma raça de cão seja oficialmente registrada, é preciso ter mais de 300 cachorrinhos do tipo espalhados por pelo menos 20 estados dos EUA

Com o Lancashire, o AKC reconhece agora 201 raças de cachorro, enquanto que a Federação Cinológica Internacional (FCI), reconhece mais de 300. A Confederação Brasileira de Cinofilia é membro do FCI, e as raças registradas por ela também valem para cá. 

Fonte: Superinteressante, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Que impacto ambiental assume a alimentação animal? 

Por que os fogos de artifício afetam tanto os animais?

Quais são as especialidades da Medicina Veterinária que estão em alta?

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!