in

CONSULTA PÚBLICA DO CONCEA SOBRE ROEDORES E LAGOMORFOS TEM A PARTICIPAÇÃO DO CFMV

Conselho sugeriu ainda mudanças no texto para garantir o bem-estar animal

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV, Brasília/DF) contribuiu com mais de 50 sugestões para consulta pública de capítulo do Guia Brasileiro de Produção, Manutenção ou Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa, que trata dos procedimentos para roedores e lagomorfos mantidos em instalações de ensino ou pesquisa.

O Guia é elaborado pelo Conselho Nacional de Controle e Experimentação Animal (Concea, Brasília/DF), órgão vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia, e vários de seus capítulos já contaram com contribuições do CFMV.

As alterações apresentadas ao capítulo visam, por exemplo, reforçar as competências privativas do médico-veterinário, de acordo com a Lei nº 5.5.17/1968, na elaboração de determinados procedimentos. É o caso da atuação nas áreas de produção e manutenção de roedores e lagomorfos; da coleta de fluidos corporais e seleção de protocolo de anestesia; nos procedimentos cirúrgicos e testes toxicológicos; entre outros.

O CFMV sugeriu ainda mudanças no texto para garantir o bem-estar animal, como no caso de alternativas à biópsia de cauda e da obrigatoriedade do uso de anestésico local para diminuir o prejuízo no caso de introdução de medicações intravenosas.

Outra proposta visa contextualizar o enriquecimento ambiental em determinados trechos, considerando a importância da técnica para o manejo das espécies.

Fonte: CFMV, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PROFISSIONAIS BRASILEIROS VENCEM CONCURSO DE MÉTODOS SUBSTITUTIVOS AO USO PREJUDICIAL DE ANIMAIS

ESTILO DE VIDA NATURAL MANTEM SAÚDE E PREVINE DOENÇAS EM CÃES