Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Convívio com animais traz benefícios para pacientes com alzheimer e demência

Por Equipe Cães&Gatos
cão e tutor
Por Equipe Cães&Gatos

A Purina compilou vários estudos que evidenciam os benefícios do apoio de um animal de companhia em pacientes com alzheimer, no âmbito do Dia Mundial do Alzheimer, que foi celebrado no dia 21 de setembro. 

cão e tutor
Várias pesquisas mostraram provas dos benefícios de terapias assistidas por animais (AAT) (Foto: Reprodução)

Várias pesquisas mostraram provas dos benefícios de terapias assistidas por animais (AAT), atividades assistidas por animais (AAA) e/ou intervenções assistidas por animais (AAI) em que os pacientes interagem com os mesmos. 

Um primeiro estudo sobre as AAT, em 2006, mostrou que poderia melhorar alguns dos sintomas comportamentais e psicológicos associados à demência. Este estudo teve uma nova revisão em 2019, que fortaleceu a evidência de que a ligação humano-animal pode ser positiva para o tratamento de condições de saúde mental degenerativas, como a demência e Alzheimer. 

Outra pesquisa de 2016 mostrou o resultado de uma intervenção AAA de 12 semanas em lares de idosos, revelando um efeito significativo na depressão e qualidade de vida para os participantes do estudo com demência grave. Revelou igualmente uma melhoria significativa na qualidade de vida dos participantes imediatamente após a intervenção. 

Outro pequeno estudo usou observações gravadas em vídeo de interações entre uma pessoa com alzheimer e cães. Esta pesquisa mostrou os sentimentos reanimados por estes pacientes, como empatia e altruísmo, o que lhes permitiu sentir alegria, e induziu um aumento da autoestima e os fez sentir necessários. 

Finalmente um estudo sobre AAI em pacientes com degeneração cognitiva de 2017 analisou cinco ensaios controlados aleatórios e outros cinco ensaios controlados quase aleatórios com 413 participantes. Em comparação com os grupos de controle, os grupos de AAI demonstraram significativamente menos sintomas comportamentais e psicológicos de demência, especialmente depressão e agitação. 

A curto e a longo prazo, as AAI tiveram efeitos benéficos nestes sintomas comportamentais e psicológicos em doentes com demência e deficiência cognitiva. No entanto, não foram encontradas melhorias significativas nas atividades de vida diária, qualidade de vida ou pontuação cognitiva. 

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Veterinário que atua com animais silvestres fala sobre as calopsitas e seu comportamento

Investimento em treinamento de cães e operadores reforça segurança do País

Vetnil já recebe indicações para Prêmio Veterinário do Ano Vetnil Anclivepa Brasil 2022

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!