in

Covid-19: CRMV-SP divulga nota pedindo para que médicos-veterinários sejam imunizados

Regional entra na Justiça para que vacinação seja garantida a estes profissionais da saúde

A pandemia da Covid-19 tem feito com que a população passe por momentos extremamente difíceis e o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), tem recebido com tristeza a informação de colegas contaminados e vidas atingidas por essa doença.

Depois de todos os esforços já realizados para garantir que todos os médicos-veterinários continuem seu trabalho com segurança, sendo imunizados dentro do grupo prioritário de profissionais da saúde, ao Conselho não restou outra opção, que não a de judicializar a questão, entrando com ações em diversos municípios, assim como na Justiça Federal de São Paulo.

É fundamental que, nos planos estaduais e municipais de imunização, os médicos-veterinários estejam contemplados, uma vez que prestam relevantes serviços à Saúde Pública e animal, assim como para a produção de alimentos. Em nota, o CRMV-SP divulgou: “Temos recebido relatos de colegas excluídos da lista de profissionais de saúde, em alguns municípios do Estado e barrados no momento da vacinação, apesar de serem reconhecidos pelo Conselho Nacional de Saúde, desde a década de 1990 e integrarem desde 2011 as equipes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), do Sistema Único de Saúde (SUS)”.

O CRMV-SP espera, em breve, ter boas novas para a classe médica-veterinária paulista (Foto: reprodução)

Além disso, médicos-veterinários foram convocados, em 2020, pelo Ministério da Saúde, para o cadastramento e capacitação para o enfrentamento à pandemia, e lembrados no Plano Nacional de vacinação contra a Covid-19.

Diante da situação, o CRMV-SP já havia imediatamente encaminhado ofício ao Governador do Estado esclarecendo o papel essencial do médico-veterinário para a Saúde Pública, além de oficiar prefeitos e secretários municipais de 50 municípios, a fim de garantir o direito dos profissionais.

“Apoiamos o abaixo-assinado criado Associação Brasileira de Hospitais Veterinários (ABHV), juntamente com a Federação das Entidades Veterinárias Regionais do Estado de São Paulo (Feveresp) e a Academia Brasileira de Medicina Veterinária Intensiva (BVECCS), com o objetivo de pressionarmos político-administrativamente ainda mais as autoridades para que os médicos-veterinários sejam de fato imunizados dentro do grupo prioritário de profissionais da saúde que somos”, consta na nota

O Conselho divulgou que continuará lutando, acionando a classe política para ajudar a estes profissionais. “Durante toda a pandemia, os serviços e atividades dos médicos-veterinários não pararam, garantindo a saúde e o bem-estar animal, assim como o alimento à mesa dos brasileiros e a continuidade das exportações do agronegócio, evitando riscos epidemiológicos, econômicos e de desabastecimento com impacto inimaginável a população e ao País. Não se trata, de maneira alguma, de furar fila ou tirar doses dos idosos e daqueles que estão atuando em contato direto com pacientes acometidos pela Covid-19, mas, sim, de reconhecer a importância do médico-veterinário, em virtude da sua obrigação sanitária e de bem servir a toda a sociedade. Precisamos ter orgulho da profissão. O CRMV-SP conta com o apoio de todos regionalmente neste movimento e espera, em breve, ter boas novas para a classe médica-veterinária paulista”.

Fonte: CRMV-SP, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Veterinários do CRMV-SP orientam como evitar a intoxicação de pets pela ingestão de chocolate

Brasil está entre os países com maior potencial para descoberta de novas espécies no mundo

Veterinários lançam livro com foco na elaboração de campanhas de vacinação contra a Raiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veterinários do CRMV-SP orientam como evitar a intoxicação de pets pela ingestão de chocolate

Profissional aponta quais são os nutrientes ideais para a alimentação de cães e gatos