in

CRMV-MG coíbe realização de mutirão de castração sem estrutura adequada

Fiscalização verificou que o local não se tratava de uma clínica veterinária, mas de uma residência

Após checagem de denúncia sobre castração em massa, que era anunciado nas redes sociais com valores promocionais, a equipe do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Minas Gerais (CRMV-MG) esteve em fiscalização no local, na véspera da data marcada, e constatou uma série de irregularidades referentes a registro, estrutura e publicidade. Tendo em vista os problemas identificados, a iniciativa que seria realizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi cancelada.

Veterinários responsáveis por realizarem projetos irregulares (não aprovados pelo Conselho) estão sujeitos a penalidades
(Foto: reprodução)

O fiscal do Conselho presente verificou que o local em que ocorreria a castração não se tratava de clínica veterinária, mas, sim, de um endereço residencial que não oferecia segurança à saúde dos animais e das pessoas.

Na oportunidade, o fiscal do CRMV-MG salientou os riscos sanitários e infrações legais, que são consequências em caso de a realização de atividade econômica em local não regular frente ao município (falta de alvará e licença de funcionamento). A publicidade irregular também foi observada no caso, já que preços promocionais foram veiculados em publicidades nas redes sociais.

Assim, os organizadores e médicos-veterinários envolvidos foram acionados e orientados quanto as irregularidades frente as Resoluções: Nº 1275 de 2019 do CFMV, 367 de 2019 do CRMV-MG, 780 de 2004 do CFMV e 1138 (Código de Ética Profissional). “A castração é cirurgia e, portanto, ato privativo médico-veterinário. Somente a castração isolada não se constitui método efetivo de controle populacional. É papel do profissional atuar com respeito aos seus pacientes e orientar adequadamente a sociedade”, disse a chefe da fiscalização do CRMV-MG, Rafaela Luns.

O CRMV-MG faz um alerta: médicos-veterinários responsáveis por realizarem projetos irregulares (não aprovados pelo Conselho), estão sujeitos a penalidades, que, de acordo com o caso, podem variar de uma simples advertência à suspensão do exercício profissional, além de multa.

Projetos de controle populacional

No intuito de dar transparência e de informar a população e os profissionais, o Conselho de Minas disponibiliza para consulta a lista dos Projetos de Controle Populacional que estão aptos para serem realizados no Estado, conforme listado no portal do CRMV-MG. Clique aqui para acessar.

Para mais informações sobre como proceder para que um projeto seja aprovado pelo CRMV-MG, acesse a Resolução CRMV-MG n° 367/2019.

Fonte: CRMV-MG, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Luto pela perda de um animal de estimação ainda é desmerecido por muitas pessoas

Dia do Doador de Sangue: doação também é um ato de amor entre os gatos

Hospital Veterinário da Anhembi Morumbi inaugura Sala de Vacina com preços acessíveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

comidas natalinas

Durante festas de fim de ano, tutores devem estar mais atentos aos pets

cão e bebê

Veterinária dá dicas de adaptação do pet com a chegada de um bebê na família