Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Cuidados nas primeiras fases de vida do pet são essenciais e impactarão sua vida adulta

Por Equipe Cães&Gatos
filhotes
Por Equipe Cães&Gatos

A chegada de um novo pet ao lar traz muitas alegrias para a vida de seus tutores, mas é preciso se preparar para esse momento, fazer algumas mudanças na rotina e adaptar o ambiente para deixar tudo mais seguro para ele. Saúde é o princípio da vida, e a alimentação dos gatos e dos cães quando filhotes será responsável pela qualidade de vida que eles terão no futuro. Pensando nisso, a Royal Canin apresenta sua campanha para filhotes, que busca conscientizar os tutores sobre os cuidados essenciais com os pets durante seu desenvolvimento. 

- PUBLICIDADE -

A médica-veterinária e coordenadora de Comunicação Científica da Royal Canin Brasil, Letícia Tortola, mostra como cuidar da saúde e do bem-estar desde o início da vida dos pets. Segundo ela, para os gatos, é preciso que o tutor disponibilize espaço confortável para o descanso; três potes de cerâmica ou alumínio para água, alimento seco e úmido (diferente dos cães, gatos preferem não misturar as texturas no mesmo recipiente); uma caixa e granulado sanitário; brinquedos próprios para os felinos, como, por exemplo, penas, comedouros interativos, que simulam caçadas e um arranhador; uma caixa de transporte; e telas de proteção nas casas ou apartamentos para garantir que o animal não tenha acesso à rua.

Já para os cães, é indispensável ter uma cama confortável; dois potes de cerâmica ou alumínio, para água e alimentos; uma guia de pescoço ou corpo, dependendo da recomendação do seu médico-veterinário; brinquedos próprios para cães; caixa de transporte.

Ela destaca que é muito comum que alguns hábitos do pet, referente ao lar anterior, sejam mantidos quando trazemos ele para casa. “A transição de uma casa para outra é uma fase que costuma gerar um certo nível de estresse ao animal. Desta forma, alguns costumes da antiga moradia devem ser mantidos como, por exemplo, a rotina alimentar do animal com horários e, em especial no caso dos gatos, o tipo de granulado sanitário e os hábitos de sono. Até que o bichano se acostume com seus novos tutores, as transições precisam ser feitas aos poucos”, explica Letícia.

Todas as necessidades de um pet, desde as fisiológicas até as emocionais, são igualmente importantes (Foto: reprodução)

De olho na saúde física e mental dos pets 

Um filhote precisa ir ao veterinário e fazer um acompanhamento frequente durante seu crescimento, já que eles não têm o sistema imunológico totalmente desenvolvido como o de um pet adulto. Para que essa imunidade seja fortalecida, é necessária uma alimentação específica para filhotes e um plano de vacinação, evitando assim que algumas sensibilidades ou até doenças sejam desenvolvidas. A vacinação e os check-ups regulares são considerados como Medicina Veterinária Preventiva e devem iniciar nos primeiros meses de vida do animal, com a garantia de ser reforçada anualmente. Porém, para que isso aconteça, os tutores devem ter atenção redobrada com as datas de cada dose de vacinação e vermifugação, sempre seguindo as orientações do especialista. 

Todas as necessidades de um pet, desde as fisiológicas até as emocionais, são igualmente importantes, conforme destacado por Letícia. Embora seja fundamental primeiro satisfazer as necessidades básicas e essenciais do animal, as emocionais também impactam seu bem-estar e sua qualidade de vida. “Carinhos, brincadeiras e estímulos constantes, promovem maior conexão na relação humano-animal, trazendo benefícios tanto para o pet quanto para o tutor”, frisa.

Uma nutrição adequada desde o início da vida também é crucial para estes animais. Cada fase de vida de um animal requer uma solução nutricional específica que ajude a fortalecer sua saúde e auxiliar o seu desenvolvimento. “Alguns pontos precisam ser considerados no momento da escolha do alimento: certifique-se de que o alimento é indicado para as fases de crescimento e possui uma nutrição balanceada para filhotes; verifique se o pet possui alguma sensibilidade ou problema de saúde; a raça ou porte (no caso de cães) do pet também devem ser levados em consideração para fazer a escolha do alimento ideal. Cada porte e/ou raça tem suas particularidades nutricionais e respeitá-las garante uma boa saúde para o pet; os alimentos úmidos são uma ótima fonte de hidratação, além de proporcionar a experimentação de texturas diferentes desde o início da vida; sempre siga as quantidades recomendadas na embalagem do alimento e as orientações do médico-veterinário para criar uma rotina alimentar saudável ao pet e evitar o ganho excessivo de peso; crie uma rotina e procure alimentar seu filhote nos mesmos horários, uma vez que seu sistema digestivo é mais sensível. Manter as quantidades e a frequência das refeições também pode interferir na sua condição de saúde”, enumera.

A Royal Canin traz mais uma novidade: o Mini Starter Mother & BabyDog. O alimento chega na versão de 1kg e é feito sob medida para as altas necessidades de energia da mãe durante o terço final da gestação e o período de lactação e filhotes até dois meses de idade. “Isso porque, nessa fase, a cadela necessita de muitas calorias e nutrientes para a formação e crescimento do filhote de cão e para a produção do leite. Sua fórmula, cuidadosamente desenvolvida, contém um complexo cientificamente comprovado, incluindo vitaminas E e C, que apoiam o desenvolvimento do sistema imunológico saudável do filhote”, revela Letícia.

Mini Starter Mother & BabyDog conta com uma tecnologia exclusiva, segundo a executiva, que permite a reidratação do croquete com água morna, modificando a textura do alimento em uma papinha para o filhote. “E quando ele a vê comendo, naturalmente, se interessa em consumir o mesmo alimento, ajudando na fase do desmame”, garante.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Vacinação dos pets ainda se apresenta como o melhor combate contra a raiva

Veterinário que atua com animais silvestres fala sobre as calopsitas e seu comportamento

Investimento em treinamento de cães e operadores reforça segurança do País

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!