in

DIFERENÇAS ENTRE TUTORES DE CÃES E GATOS SÃO APONTADAS EM PESQUISA

Entrevistados foram questionados sobre diferentes aspectos e particulares

Entrevistados foram questionados sobre diferentes aspectos e particulares

A Mars Petcare (EUA) realizou uma pesquisa com mil tutores de cães e mil tutores de gatos para observar as diferenças e semelhanças entre eles. Os resultados mostraram que as pessoas que gostam de gatos têm mais propensão a serem criativas e quase quatro vezes mais chances de trabalhar com áreas que envolvem inovação e criação. Já os amantes de cães tendem a ganhar mais dinheiro em média, o que pode estar ligado ao fato de serem mais propensos a trabalhar na área financeira. A renda extra pode ajudar os tutores de cães, já que eles tendem a gastar 33% a mais em roupas e acessórios e 26% a mais em entretenimento do que os tutores de gatos. 

Falando sobre entretenimento, os chamados “gateiros” são mais propensos a assistirem documentários, musicais e filmes indie. Os amantes de cães são grandes fãs de terror e ação, mas também gostam de histórias românticas. 

esportecao

Tutores de gatos preferem ler livros e os de cãesgostam mais de praticar esportes, segundopesquisa (Foto: reprodução)

Os tutores de gatos são mais propensos a desfrutar de hobbies mais leves, gostam de ler, escrever e realizar trabalhos manuais como, por exemplo, jardinagem. Já os de cães, por outro lado, gostam de atividades mais agitadas, como esportes, ioga, dança e viagens, demonstrando a necessidade de gastar energia em um nível semelhante ao de seus próprios amigos peludos. 

Terapia com animais. Realmente funciona! Seja por meio de exercícios, abraços ou um “ouvido amigo”, o impacto positivo que recebemos de nossos pets é nítido. A pesquisa descobriu que os cães são muito mais propensos a melhorar a vida de seus tutores por meio de atividades físicas do que os gatos (45% contra 8%). Os tutores de cães também são mais propensos a serem corredores, com um quarto (25%) dizendo que correm regularmente, contra apenas 16% dos tutores de felinos. 

Embora os gatos possam não ser os melhores amigos de treino, seus tutores são mais propensos a dividir os pensamentos e segredos mais íntimos com seu pet (23% contra 19% para tutores de cães). E ter aquele pequeno “ombro” para chorar realmente parece ajudar, já que os tutores de gatos são mais propensos a dar crédito ao seu animal de estimação pela redução do estresse (70% contra 66%) e, também, pelo conforto em momentos de tristeza, como a perda de um ente querido ou após uma ruptura de relacionamento. 

Os benefícios dos animais de estimação para a saúde e o bem-estar dos seres humanos é um assunto amplamente estudado pela empresa, conforme revela o vice-presidente de Assuntos Corporativos da Mars Pet Nutrition, Jam Stewart. “Os pets representam uma parte essencial da sociedade e fornecem um apoio valioso em facilitar a interação humana e os contatos sociais, além de proporcionar companhia. As evidências científicas têm demonstrado os inúmeros benefícios advindos dos pets, não só para os seus tutores, mas, também, para a sociedade como um todo”, afirma. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COSTA RICA GERA PENALIDADE MÁXIMA POR ALTO ÍNDICE DE ABANDONO DE CÃES

RÚSSIA É O PAÍS COM O MAIOR NÚMERO DE DONOS DE GATOS DO MUNDO