Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Clínica e Nutrição

Dirofilariose tem sintomas silenciosos em cães e gatos

Conhecida como “verme do coração”, doença é transmitida por picada de mosquito
Por Equipe Cães&Gatos
Cat
Por Equipe Cães&Gatos

Verme parasitário nematoide, a dirofilaria immitis, conhecida como ‘’verme do coração”, é transmitida pela picada de várias espécies de mosquitos. Ele é o hospedeiro indireto e as regiões tropicais são mais propícias ao aparecimento da doença, uma vez que em condições climáticas de calor e umidade, ocorre o desenvolvimento dos estágios larvais do verme.

A médica-veterinária do Veros Hospital Veterinário, Thalita Vieira, explica que os cães servem como hospedeiros definitivos e são o principal reservatório do parasita, outros hospedeiros são os gatos e furões, já o mosquito, serve como hospedeiro intermediário, onde as larvas da dirofilaria se desenvolvem, até o estágio infeccioso (microfilmaria se desenvolvem no estágio L1 para o L3), quando ocorre a picada.

mosquito bites hand
Mosquito é o hospedeiro intermediário (Foto: reprodução)

O mosquito transmite a L3 e no cão o desenvolvimento de L3 até o estágio adulto do verme pode levar até 120 dias. Os vermes circulam com o fluxo sanguíneo, e se alojam na artéria e tronco pulmonar do animal. 

Dependendo da carga parasitária, os vermes podem chegar ao ventrículo direito e átrio direito, levando a consequências graves no coração, síndrome da veia cava e até morte. ‘’Os sinais clínicos em cães infectados são resultados das consequências hemodinâmicas provocadas pelos vermes no coração direito e nas artérias pulmonares.’’, completa Thalita.

Os principais sintomas nos cães podem ser tosse, cansaço fácil, fadiga, ou intolerância a exercícios, falta de ar e desmaios, mas alguns animais podem ainda, contrair a doença de forma silenciosa.

Existem testes de antígeno e radiografias de tórax que podem identificar alterações pulmonares provocadas pelos parasitas nos animais. Outro recurso, é o exame ecodopplercardiograma, útil para detectar alterações estruturais associadas à infecção por dirofilaria na artéria pulmonar, nos ramos e no coração direito. Em alguns pacientes, é possível visualizar o verme no interior das câmaras direitas ou artéria pulmonar.

O tratamento é um processo complexo e longo e deve sempre ser acompanhado por um médico-veterinário para o profissional indicar os remédios corretos e aliviar os sintomas. Os antibióticos são receitados para eliminar os diferentes estágios do parasita e prevenir complicações associadas.

Prevenir ainda é o melhor remédio. É muito importante que os animais também estejam protegidos dos mosquitos, e alguns medicamentos como oxima, ivermectina, selamectina e moxidectina, ajudam na prevenção.

Fonte: Veros Hospital, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

O que é e para que serve a “pelanquinha” na barriga dos gatos?

Cão mais velho do mundo tem título suspenso no Guinness 

Quais os aspectos importantes para um emagrecimento saudável de cães?

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!