Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos, Destaques

Em jantar sensorial, Hill’s apresenta linha ONC Care a grupo de veterinários

Encontro aconteceu em São Paulo (SP), com a proposta de confiar, plenamente, na marca
Por Cláudia Guimarães
foto-jantar
Por Cláudia Guimarães

Confiar de olhos fechados! Essa é a visão que a Hill’s Pet Nutrition busca estimular nos médicos-veterinários. E, como prova de que confiam na marca para além de suas formulações nutricionais, um grupo de oncologistas e outras especialidades relacionadas se permitiu experienciar um jantar diferente oferecido pela empresa. O encontro ocorreu no dia 16 de abril, na capital paulista, e propôs uma refeição às cegas.

O supervisor de Assuntos Veterinários Hill’s Brasil, Flavio Lopes da Silva, acredita que essa experiência segue bem a proposta que a Hill’s traz ao veterinário. “Este profissional requer evidências técnicas e científicas para validar a eficácia dos tratamentos. Ao longo dos quase 80 anos de existência da Hill’s, temos, consistentemente, fornecido evidências científicas para todos os nossos alimentos, juntamente com inúmeras patentes. Isso reforça o alto padrão técnico da nossa empresa e os veterinários, há anos, compreendem bem essa abordagem. Portanto, ao afirmar que podem confiar plenamente em nós, é porque reconhecem que tudo o que a Hill’s produz é de excelência. Além disso, a proposta do alimento é trazer o melhor sabor para animais doentes e o jantar às cegas aguçou o paladar dos convidados, mostrando o quanto os sentidos são importantes na vida de todos, bem como são para seus pacientes”, associa.

Proposta do lançamento é trazer o melhor sabor para animais doentes e o jantar às cegas aguçou o paladar dos convidados, mostrando o quanto os sentidos são importantes na vida de todos (Foto: divulgação/Ana Jablonski)

O alimento mencionado por Flávio – e que motivou este encontro – é a mais recente inovação da empresa, a linha Hill’s Prescription Diet ONC Care. A fórmula foi cuidadosamente desenvolvida para oferecer suporte nutricional específico para cães e gatos adultos que enfrentam o desafio do câncer.

Longevidade x comorbidades

Flávio compartilha que a Hill’s tem acompanhado a trajetória profissional dos médicos-veterinários há anos e compreende suas necessidades. “Com o avanço da Medicina Veterinária e dos alimentos para cães e gatos, os animais de estimação estão vivendo cada vez mais. No entanto, esse aumento na longevidade também traz consigo um aumento nas doenças degenerativas e graves, como o câncer. Estatísticas dos EUA revelam que um em cada quatro cães e um em cada cinco gatos desenvolvem câncer na fase adulta, resultando em, aproximadamente, 6 milhões de cães e 6 milhões de gatos, atualmente, afetados por essa doença”, expõe.

A Hill’s, compreendendo esses números e reconhecendo a importância de auxiliar os médicos-veterinários em sua jornada, após cinco anos de estudo, pesquisa e desenvolvimento, criou um alimento projetado para oferecer suporte aos pacientes enfrentando essa debilidade. “Esse avanço é crucial, pois os pacientes com câncer, frequentemente, enfrentam sintomas como dor, anorexia, hiporexia e náusea, o que reduz consideravelmente seu apetite. A falta de ingestão alimentar adequada leva à caquexia, uma condição que agrava o prognóstico e deixa o veterinário com poucas opções para ajudar o paciente. Com a disponibilização deste alimento no mercado, a Hill’s proporciona uma nova esperança tanto para os veterinários, quanto para os tutores na batalha contra o câncer”, assegura.

Estudo e desenvolvimento

O porta-voz da empresa revela que na fase de pesquisa para desenvolvimento do alimento, uma equipe multidisciplinar composta por veterinários, zootecnistas, cientistas, engenheiros e bioquímicos colaborou ativamente. “Cada membro trouxe sua expertise única, visando criar a fórmula mais eficaz e a estrutura ideal para garantir que os animais doentes pudessem se alimentar adequadamente”, declara.

Toda essa pesquisa é crucial pois, como comentado por Flávio, quando um animal de estimação adoece, um dos primeiros sinais clínicos é a hiporexia e/ou anorexia. “Portanto, a seleção dos ingredientes, a determinação da inclusão de cada um deles, a escolha do formato ideal, o tipo de embalagem mais adequado para preservar o alimento, a textura e grau de dureza, bem como o ponto de cozimento de cada ingrediente foram fatores cruciais para diferenciar o alimento ONC Care no mercado. Essa abordagem nos permitiu alcançar um padrão de excelência, comprovado na prática por meio de publicações científicas, demonstrando nossa capacidade de alimentar animais mesmo durante a doença”, conta.

A linha ONC Care se diferencia, principalmente, pela sua palatabildiade (Foto: divulgação)

Diferenciais

Os produtos da linha ONC Care contém uma combinação balanceada de macronutrientes altamente digeríveis, proporcionando suporte para a massa muscular e atendendo às necessidades energéticas diárias, mesmo em refeições menores. Mas Flávio salienta: “O alimento não possui ingredientes milagrosos ou ingredientes mágicos, como, normalmente, se busca quando falamos de pets com câncer. Os ingredientes que são fontes de proteína, gordura, fibras, vitaminas e minerais funcionam em sinergia para chegar ao resultado esperado, que é fornecer energia ao paciente. No entanto, sabemos que uma concentração alta de proteína, contendo mais de 180% dos requisitos da AAFCO de aminoácidos essenciais e, também, uma proporção de ômega 6 para ômega 3 bem baixa, caracterizam um perfil excelente de EPA + DHA”, informa.

Na visão do executivo, a ONC Care se diferencia, principalmente, pela sua palatabildiade. “Pode parecer simples, mas os cinco anos de estudo foram exatamente em cima disso. Temos que entender bem a espécie que estamos trabalhando e, além disso, não é simplesmente adicionar hidrolisados. Apesar de utilizarmos dois hidrolisados diferentes como fonte de palatabilizantes, existe a formulação como um todo. A palatabilidade do alimento depende da sua formulação, incluindo quais ingredientes são adicionados. Por exemplo, sabemos que os gatos devem receber fontes de proteína animal na formulação. Além disso, é crucial considerar o formato ideal do grão para a espécie, garantindo uma experiência de alimentação agradável. A gramatura e a qualidade da embalagem também são importantes para preservar a integridade organoléptica do alimento. Um fator essencial é o ponto de cozimento alcançado durante o processo de extrusão do alimento, como disse anteriormente. É fundamental compreender o ponto ideal de temperatura para a produção do alimento, sendo um específico para cães e outro para gatos”, elucida.

Percebemos, então, que não se trata apenas de fornecer um alimento para filhotes; vai muito além: “O alimento foi especificamente direcionado para animais doentes, enquanto um alimento para filhotes, embora possua características semelhantes, não foi concebido com foco em animais enfermos”, adiciona.

“O alimento não foi elaborado para a cura do câncer, para evitar a doença ou para que ajude na remissão do tumor. Ele foi elaborado para que o paciente possa ingerir calorias suficientes em um volume pequeno de comida e que consiga, com isso, inclusive, ganhar peso, como demonstrou o nosso primeiro artigo publicado sobre a efetividade do alimento. Ou seja, o alimento ajuda o paciente a passar pelo período de tratamento com qualidade de vida”, assegura Flávio da Silva.

Eles estavam esperando!

Os médicos-veterinários que lidam com pacientes oncológicos, como mencionado anteriormente, esperam há anos um alimento como este apresentado pela Hill’s. É o caso da veterinária que atua em Medicina Interna de Felinos, Maria Alessandra Martins Del Barrio, conhecida como Malê, que esteve presente no jantar. 

Em conversa com a equipe da Cães e Gatos, Malê expressou sua satisfação com o lançamento desse alimento, um projeto aguardado desde a década de 90. “Esses pacientes apresentam desnutrição e perda de apetite devido ao quadro oncológico e tratamento quimioterápico. Esta linha vem para aumentar a sobrevida e qualidade de vida dos animais com câncer, com destaque para a qualidade e palatabilidade”, comemora.

Por sua vez, o médico-veterinário oncologista, Rodrigo Ubukata, compartilhou sua visão sobre o recente lançamento da Hills Pet Nutrition, trazendo luz à importância dessa inovação tanto para pacientes, quanto para o mercado veterinário. “Não podemos deixar de citar a negligência histórica em relação à nutrição de pacientes oncológicos, tanto por profissionais, quanto por empresas do ramo. O impacto da nutrição como adjuvante no tratamento do câncer, embora a alimentação não cure a doença, pode, significativamente, melhorar a qualidade de vida e a resposta às terapias e que bom que temos essa nova linha daqui para frente”, declara.

Ubukata menciona sua participação em um simpósio global da Hill’s em 2023, onde teve acesso a estudos e respostas que respaldam a importância desse lançamento.

Compartilhe este artigo agora no