Cães e gatos logo

Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Clínica e Nutrição

Especialista explica como monitorar cadela gestante do ponto de vista nutricional

Por Equipe Cães&Gatos
cachorra e filhotes
Por Equipe Cães&Gatos

A nutrição da cadela durante a gestação e o manejo alimentar podem afetar diretamente a vitalidade dos seus filhotes no nascimento, bem como a capacidade de essa cadela produzir leite suficiente para os filhotes. Portanto, a alimentação correta da cadela durante a gestação é um aspecto importante que não deve ser negligenciado pelos médicos-veterinários, de forma a orientar tutores e criadores sobre essa fase de vida tão importante.

A gestação da cadela tem duração de aproximadamente 63 dias, podendo ser dividida em duas fases: os primeiros 42 dias, em que ocorre o desenvolvimento dos órgãos dos embriões e não há ganho de peso da cadela e dos fetos. E a segunda fase, que se inicia a partir do terço final de gestação, ocorrendo um rápido crescimento dos fetos e, consequentemente, um aumento no peso corporal da mãe. Durante estas fases essenciais da vida, a nutrição da mãe será responsável para a formação e o crescimento embrionário/fetal.

Durante a primeira fase, o principal objetivo nutricional é o de manter o peso corporal ideal. A desnutrição da fêmea pode ter sérias consequências, tanto para a saúde dela quanto para o desenvolvimento dos fetos. Por outro lado, o excesso de peso precoce durante essa primeira fase pode ser um problema. Muitos tutores acreditam que grandes quantidades de energia são necessárias desde o início da gestação. A presença de gordura em excesso armazenada pode levar a contrações uterinas menos eficientes, dando origem ao aumento do risco de atonia uterina e de distocia, consequentemente, levando ao aumento da necessidade de se realização de cesáreas, podendo aumentar também a taxa de mortalidade neonatal ligados ao parto prolongado e ao sofrimento fetal. Alguns nutrientes específicos são importantes para essa primeira fase, o ácido fólico, por exemplo, tem um papel importante para diminuir a possibilidade de fenda palatina. É essencial que a suplementação de ácido fólico seja iniciada assim que a cadela entrar no estro, uma vez que o tubo medular se fecha durante a primeira fase da gestação.

Para ler o artigo completo acesse, gratuitamente, a edição de agosto da C&G VF. Clique aqui!

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

Compartilhe este artigo agora no