in

VETERINÁRIA DESTACA PONTOS DE ATENÇÃO SOBRE CINOMOSE CANINA

Doença é altamente contagiosa e letal

Doença é altamente contagiosa e letal

Por ser uma doença infecciosa e de alto poder contagioso, a cinomose canina é um dos problemas mais temidos por tutores e médicos-veterinários, o que exige muita atenção. Com alto índice de letalidade, a disseminação ocorre por meio de contato direto com secreções oronasais, fezes, urina, e qualquer secreção que contenha o vírus da família Paramyxoviridae.

De acordo com a médica-veterinária e gerente técnica para Animais de Companhia da Boehringer Ingelheim Saúde Animal, Gabriela Rosa, ao afetar os animais, os sinais da doença são inespecíficos e podem incluir manifestações gastrointestinais, respiratórias e neurológicas. “Quando os cães têm o sistema nervoso central afetado, o que costuma ocorrer mais tardiamente, começam a apresentar desequilíbrio, desorientação, tremores e convulsões”, destaca a profissional.

Contudo, ainda não há tratamento específico para a doença, apenas de suporte, que também depende fase da contaminação e dos sintomas. Na ação pode-se incluir fluidoterapia, antibioticoterapia, vitaminas, imunoestimulantes, anticonvulsivantes, entieméticos e analgésicos. “O sucesso no tratamento suporte depende do estágio da doença e das condições do sistema imunológico do animal. Animais que evoluem para sintomas neurológicos podem se deparar com danos de caráter nervoso irreversíveis. Por isso, é fundamental que todos os cães sejam vacinados e é nosso dever, enquanto médicos-veterinários, assegurar a correta vacinação de nossos pacientes contra a cinomose.”, finaliza a médica-veterinária.  

Vacina. Como precaução, a fim de contornar a cinomose canina, a Boehringer Ingelheim Saúde Animal oferece três vacinas que protegem os animais da doença. São elas:  Recombitek® C4/CV (Vacina sêxtupla): vacina para cães contra cinomose (tecnologia recombinante), hepatite, adenovírus tipo 2, parvovirose, parainfluenza e coronavirose, isenta de adjuvante; Recombitek® C6/CV (Vacina óctupla): vacina contra cinomose (tecnologia recombinante), hepatite, adenovírus tipo 2, parvovirose, parainfluenza, coronavirose, L. canicola e L. icterohaemorrhagie, isenta de adjuvante e Recombitek® Max 5-CvK/4L (vacina déctupla): vacina contra cinomose, hepatite, adenovírus tipo 2, parvovirose, parainfluenza, coronavirose, L. canicola, L. icterohaemorrhagie, L. grippotyphosa e L. Pomona.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

MANAUS ENFRENTA ALTA DE CASOS DE ESPOROTRICOSE DE TRANSMISSÃO FELINA

HIPERTENSÃO ARTERIAL PULMONAR SECUNDÁRIA CANINA EXIGE MAIOR ATENÇÃO