Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Instituto Magnus completa quatro anos e já doou mais de 50 cães para pessoas com deficiência

Por Equipe Cães&Gatos
cão-guia
Por Equipe Cães&Gatos

Transformar vidas, promover a inclusão social por meio de um trabalho sério e responsável. Desde setembro de 2018, o Instituto Magnus vem cumprindo seu propósito: garantir melhor qualidade de vida para pessoas com deficiência. 

“São quatro anos de trabalho, quatro anos de dedicação e comprometimento com a sociedade. Uma missão que se consolidou ao longo desse período. Cada cão doado para nós é sempre uma conquista. Esse mês de aniversário será muito especial, pois sabemos que conseguimos transformar a vida de mais de cinquenta pessoas em todo o Brasil”, disse o gerente Geral do Instituto, Thiago Pereira. 

Ao todo, foram doados, até agora, 55 cães – sendo 52 para pessoas com deficiência visual e três para pessoas com outras deficiências. E eles estão espalhados por vários Estados do País: São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Rio de Janeiro. 

O músico carioca Jonas, que perdeu a visão completamente aos 20 anos, viu sua vida mudar após conquistar a companhia de um cão-guia. “É uma relação de confiança e amizade muito forte entre o cão-guia e o usuário. Essa parceria garante melhor qualidade de vida, além de nos permitir o acesso a várias atividades que sem um cão-guia seria difícil incluir na rotina de um cego”, afirmou. 

Em 2022, o Instituto Magnus expandiu suas atividades. Além da base de treinamento no Rio de Janeiro, a entidade sem fins lucrativos inaugurou uma base de treinamento em Criciúma (SC). 

Thaís, moradora de Criciúma, logo se inscreveu quando ficou sabendo que a instituição iniciou os trabalhos por lá. “Com o cão minha rotina melhoraria muito. Seria mais fácil porque ele já é treinado para me desviar dos obstáculos. Ainda tenho muita dificuldade com a bengala. Pretendo voltar para a faculdade, quero continuar meus estudos e um cão-guia me ajudaria muito”, falou confiante.

O músico carioca Jonas com seu cão guia (Foto: divulgação)

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Vacinação dos pets ainda se apresenta como o melhor combate contra a raiva

Veterinário que atua com animais silvestres fala sobre as calopsitas e seu comportamento

Investimento em treinamento de cães e operadores reforça segurança do País

Compartilhe este artigo agora no