in

Investigadores da RVC publicam o primeiro livro dedicado a animais braquicefálicos

Obra visa ajudar clinicamente, ao cobrir o diagnóstico, o tratamento e a prevenção de vários problemas

O primeiro livro que condensa o conhecimento global sobre a braquicefalia em animais de companhia foi publicado por dois investigadores da Royal Veterinary College (RVC), Rowena Packer e Dan O’Neill.

A RVC, em notícia do seu site, informa que o livro, intitulado “Health and Welfare of Brachycephalic Breeds: A Guide for Veterinary Professionals” (Saúde e bem-estar de raças braquicefálicas: um guia para profissionais veterinários), inclui contribuições de 29 especialistas internacionais em aspetos relacionados com a saúde deste tipo de animais.

“Os animais de companhia braquicefálicos enfrentam, atualmente, uma enorme crise de saúde e bem-estar. Os cães, em particular, sofrem de uma ‘tempestade perfeita’, porque os danos do bem-estar decorrentes das predisposições relacionadas com a conformação a vários problemas de saúde estão sendo amplificados por um boom populacional em certas raças braquicefálicas, como o bulldog francês, o pug e o bulldog inglês”, relata a RVC. De 2000 até 2020, o número de registos no Kennel Club para o bulldog inglês aumentou 488%; para o pug o aumento foi de 601%; e o bulldog francês alcançou um crescimento de 17 198%.

O livro pretende dar o contexto de como e porque é que surgiu esta crise, oferecendo perspectivas históricas, sociais, éticas, comunicacionais, entre outros. A obra quer, também, ajudar clinicamente, ao cobrir o diagnóstico, o tratamento e a prevenção de vários problemas que este tipo de animais enfrenta.

De 2000 até 2020, o número de registos no Kennel Club para o pug aumentou 601% (Foto: reprodução)

Comentário dos autores

“Muitos humanos adoram o olhar do animal braquicefálico. A popularidade de cães, gatos e coelhos deste tipo está aumentando. Mas quantos humanos alguma vez imaginaram como é viver uma vida braquicéfálica, do ponto de vista do animal. A conformação deste tipo de animal aumenta a probabilidade destes animais terem uma luta diária para respirar, juntamente com o aumento dos riscos de infecções da pele e problemas oculares”, considera um dos responsáveis pelo livro, Dan O’Neill.

“Este livro fornece as últimas evidências e pensamento sobre as muitas faces de viver uma vida animal braquicefálica e vai desafiar cada uma das nossas perspectivas sobre as nossas responsabilidades humanas para com os animais sob os nossos cuidados”, concluiu.

Já Rowena Packer espera que o livro “ajude os veterinários a nível global, que são confrontados com a tarefa, muitas vezes, desafiante de proteger o bem-estar dos animais braquicefálicos. Mais importante ainda, esperamos que este livro seja mais um passo para melhorar a vida de tantos animais que foram prejudicados pela forma corporal para a qual foram criados”.

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Grupo cria primeira associação em prol da saúde mental de médicos-veterinários

Fim da reprodução de braquicefálicos: será, de fato, possível esse marco na Veterinária?

Mesa-redonda: CRMV-PR realiza evento on-line e gratuito sobre ética animal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

outubro rosa pet

Vetnil lança sua Campanha Outubro Rosa Pet para conscientizar tutores

venda ilegal de animais

Marília (SP): Campanha alerta sobre exploração animal para venda ilegal de filhotes