in

Material da FMVZ-Unesp mostra como prevenir a obstrução do trato urinário em felinos

Ação foi elaborada pelo Serviço de Nefrologia e Urologia Veterinária da Faculdade

O atendimento de felinos machos com obstrução do trato urinário no Hospital Veterinário (HV), da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, da Universidade Estadual Paulista (FMVZ-Unesp), câmpus de Botucatu,  representa uma parcela considerável da casuística entre felinos. Toda semana, pelo menos um felino obstruído dá entrada no atendimento do Serviço de Nefrologia e Urologia Veterinária. Dessa forma, a doença do trato urinário inferior de felinos (DTUIF) obstrutiva constitui-se num atendimento rotineiro dentro da Clínica de Pequenos Animais do HV.

Como forma de propagação de informação e educação da comunidade como um todo, o reconhecimento de pequenas alterações relacionadas ao trato urinário de felinos machos pode iniciar-se em casa. Os tutores são peça chave na observação inicial dos sinais clínicos que podem estar associados a um quadro obstrutivo.

Visando a orientação de tutores, bem como para conhecimento da comunidade acadêmica acerca do felino obstruído, a equipe do Serviço de Nefrologia e Urologia Veterinária, sob orientação da professora responsável pelo serviço de nefrologia, professora Priscylla Tatiana Chalfun Guimarães Okamato, elaborou um material didático para divulgação do serviço prestado pelo Hospital Veterinário da FMVZ.

O material criado inclui um folder para distribuição aos tutores de felinos machos obstruídos com a finalidade de orientação em relação às medidas de precaução e cuidados que estes devem ter com seus animais diante da existência de um quadro obstrutivo. Também foi elaborado um vídeo com finalidade didática e de orientação, com uma abordagem geral da doença, buscando assim, tornar acessível, fácil e dinâmica a informação aos tutores e comunidade acadêmica.

A criação do material didático informativo faz parte do projeto de mestrado do discente Reiner Silveira de Moraes, pós-graduando em Medicina Veterinária pela FMVZ/Unesp. A criação contou com a participação dos doutorandos também do Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária da FMVZ, Unesp, Botucatu, Suellen Rodrigues Maia, Maria Gabriela Picelli de Azevedo e Silvano Salgueiro Geraldes.

A DTUIF obstrutiva é considerada uma emergência clínica que acomete a bexiga e/ou uretra de felinos machos, podendo levar a graves distúrbios hidroeletrolíticos e de distúrbios ácidos-básicos, colocando em risco a vida do animal. O diagnóstico da doença precisa ser feito o quanto antes para que toda a desregulação homeostática (estado de doença) que o quadro obstrutivo pode causar não se torne irreversível ou agrave de forma a comprometer significativamente a saúde do felino.

Confira o vídeo:

Fonte: FMVZ-Unesp, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Veterinária que atua na Vigilância em Zoonose aborda a importância da prevenção de doenças

País europeu proíbe criação de Buldogue inglês e Cavalier King Charles Spaniel

Uso de cannabis medicinal na Veterinária impulsiona criação de grupo de trabalho no CRMV-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

março amarelo

Campanha Março Amarelo: Doença Renal Crônica pode atingir até 50% dos felinos adultos

vacina antirrábica

Dados oficiais mostram que, nos últimos anos, várias espécies foram acometidas pela raiva