in

MÉDICA-VETERINÁRIA DIZ COMO EVITAR A FORMAÇÃO DE CÁLCULOS URINÁRIOS EM CÃES

Estimular o animal a beber água é uma das principais orientações

Fatores como verticalização das cidades, moradias menores e horários restritos durante a semana estão fazendo com que o brasileiro crie, cada vez mais, o hábito de levar o pet para dentro de casa. Uma pesquisa feita pelo Ibope Inteligência, a pedido do Centro de Pesquisa Waltham, mostra que cães de porte pequeno e gatos estão entre os pets mais escolhidos, tanto para compra como para adoção. Mas a ideia de que um animal menor dá menos trabalho e, por isso, não precisa de tantos cuidados é equivocada. 

xixi

Cães de pequeno porte podem ultrapassar os 20 anos de idade (Foto: reprodução)

Os cães pequenos são aqueles com até 10 kg quando adultos e esses animais apresentam particularidades que os diferenciam dos cães dos demais portes. A médica-veterinária especializada em Nefrologia e Urologia, Maria Clorinda, conta que a fase de filhote vai somente até os dez meses e a expectativa de vida é maior, podendo ultrapassar os 20 anos de idade. Além disso, ela menciona que cães pequenos possuem características como predisposição à formação de cálculo urinário e tártaro, constipação e apetite caprichoso. 

A maior predisposição à formação de cálculo urinário pode ser explicada pelo menor volume de urina produzido e pela menor frequência de micção, levando a um maior tempo de retenção urinária, como explica Maria. A ocorrência de cálculos urinários está dentre as maiores causas de busca de auxílio veterinário. Em estudo conduzido pelo Centro Veterinário de Urolitíase, no Canadá, notou-se que 60% dos cálculos urinários analisados eram de cães de raças pequenas, sendo as mais acometidas: Shih Tzu, Schnauzer Miniatura, Bichon Frisé, Lhasa Apso e Yorkshire Terrie. 

Os cães podem apresentar alguns sinais comuns quando estão com cistite e/ou cálculo urinário. “São micção com mais frequência, dor ao urinar, presença de sangue na urina, urinar em locais errados, gotejamento urinário, lamber constantemente a região genital”, cita. 

royal_1

O croquete de Urinary Small Dog também limita a formação do cálculo dental (Foto: divulgação)

Pensando em apoiar o tratamento de cálculos urinários em cães de pequeno porte, a Royal Canin (Descalvado/SP) traz ao mercado brasileiro mais um novo produto, o Urinary Small Dog. Sua fórmula contém matérias-primas com baixos teores de minerais e tecnologia RSS (Supersaturação Relativa da Urina), que, segundo a empresa, garante alta eficácia na dissolução de cálculos de estruvita e, ao mesmo tempo, evita a formação de cálculos de oxalato de cálcio. Além disso, o alimento possui um teor adequado de sódio (dentro dos limites recomendados), que estimula a ingestão de água, promovendo o aumento do volume urinário com consequente diluição da urina. 

O croquete de Urinary Small Dog limita a formação do cálculo dental, outro problema comum dos cães de pequeno porte, além da palatabilidade reforçada. Por se tratar de uma alimentação coadjuvante ao tratamento convencional (Linha Veterinary Diet), a recomendação nutricional deve ser realizada por um médico-veterinário, que poderá orientar o tutor e acompanhar o paciente.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ABOV DIVULGA PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA DE CURSOS ON-LINE

CLUBE BRASILEIRO DO GATO REALIZA EVENTO COM CERCA DE 300 FELINOS