in

Médica-veterinária fala sobre as mudanças na rotina dos pets durante viagem de carnaval

Os animais podem apresentar sinais de estresse, irritabilidade e falta de apetite

O carnaval já está à porta, e alguns Municípios já decidiram suspender as atividades para festejar ou descansar durante a tradicional festa. Pensando nisso, muitos tutores aproveitam o feriado prolongado para viajar e relaxar. A diversão e o roteiro dos passeios podem ficar ainda melhores com a companhia dos pets, mas, é importante lembrar que tirar o animal do ambiente em que está acostumado e da rotina, demanda cuidados para garantir uma viagem tranquila a todos.

A médica-veterinária da Adimax, mestre em nutrição de cães e gatos,  Lara Volpe, explica que, entre os principais cuidados, a alimentação deve ser prioridade. “Durante as férias e viagens, é importante não alterar a rotina alimentar e a dieta do animal a fim de evitar quaisquer alterações fisiológicas e comportamentais, como diarreia, vômito e rejeição, por exemplo”.

Para isso, Lara Volpe indica levar a refeição do animal de casa, de maneira a oferecer o mesmo alimento que o pet já está acostumado. Alguns tutores contam com a possibilidade de encontrar o alimento habitual da mesma marca e tipo durante o caminho, mas não é bom contar com a sorte.

Outro ponto importante é levar os utensílios do animal, como, comedouro, bebedouro, toalhas, brinquedos e a cama, para que possa se adaptar mais rapidamente.

Se caso o pet apresentar sinais de estresse, irritabilidade e falta de apetite, pode ser interessante adicionar algo “mais gostoso” na ração, como os alimentos úmidos. Além da refeição, dar atenção, carinho, oferecer brinquedos, petiscos e brincadeiras são fundamentais, bem como, compensar o filho de quatro patas quando fizer suas necessidades no local certo.

viagem durante o carnaval
“Durante as viagens, é importante não alterar a rotina alimentar e a dieta do animal a fim de evitar quaisquer alterações fisiológicas e comportamentais” (foto: reprodução)

Outros cuidados 

Durante os preparativos para a viagem, é de extrema importância levar a carteirinha de vacinação para todos os lugares, conferir se o hotel tem estrutura para receber o animal, assim como, verificar previamente as normas da companhia aérea para o embarque do pet.

Caso a viagem seja feita de carro, utilize caixas de transporte, pois, tutores que viajam com os animais soltos são passíveis de multas pelo Código de Trânsito Brasileiro. 

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Pequenas mudanças na rotina dos gatos devem ser consideradas sinais de alerta

Especialista em marketing reforça a ideia de inclusão de pets com deficiência no meio publicitário

Pesquisadores interessados já podem se inscrever no 8° Prêmio de Pesquisa PremieRpet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

banho e tosa it pet

Mercado pet aquecido dá espaço para que novas empresas possam crescer

pós-bióticos e paraprobióticos

Estudos apontam benefícios no uso de pós-bióticos e paraprobióticos em humanos e animais