Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

MEDICAMENTO PARA TRATAMENTO DE LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA É APROVADO PELO MAPA

Por Equipe Cães&Gatos
Por Equipe Cães&Gatos

A Leishmaniose Visceral Canina é caracterizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma das seis doenças infecciosas mais importantes do mundo. Ela já foi detectada em, pelo menos, 12 países da América Latina, sendo que 90% dos casos ocorrem no Brasil. Entre 2009 e 2013 foram registrados, aproximadamente, 18 mil casos confirmados em seres humanos e, para cada caso reportado, estima-se que haja 200 cães infectados, segundo pesquisas do Ministério da Saúde (Brasília/DF), juntamente com a Secretaria de Vigilância em Saúde.

Este mês, por meio de nota oficial conjunta, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o Ministério da Saúde (MAPA, Brasília/DF) anunciaram a autorização do registro do produto Milteforan, de propriedade da empresa Virbac (São Paulo/SP).

O processo de aprovação contou com o apoio e influência de membros do Grupo de Estudos sobre Leishmaniose Animal (Brasileish), que há oito anos lutam, junto com a Virbac, pela aprovação da comercialização do Milteforan no Brasil. Entretando, o produto está previsto para ser lançado oficialmente no início de 2017.

De acordo com os estudos realizados pela Virbac, o Milteforan proporciona visível melhora clínica dos animais com uma importante redução de sua carga parasitária, o que o torna uma ferramenta importante para a diminuição da transmissão da doença. Ainda assim, os animais tratados com o medicamento requerem monitoramento periódico. A cada quatro meses, todos os animais devem ser reavaliados por seus médicos-veterinários para que um novo ciclo de tratamento de 28 dias seja instituído.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Compartilhe este artigo agora no