Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Clínica e Nutrição

Medicamentos palatáveis auxiliam na manutenção do bem-estar de cães e gatos

Por Equipe Cães&Gatos
cão
Por Equipe Cães&Gatos

Nem sempre dar medicamento para os cães e gatos em casa é uma tarefa fácil, seja para ele ou para quem está tentando medicá-lo. O estresse do processo impacta o bem-estar animal e pode prejudicar a recuperação do pet, principalmente quando o foco é o tratamento de alguma doença. 

cão
Camuflar comprimidos em meia à ração, petiscos, pastas, purês e pães e até mesmo outros alimentos a serem oferecidos aos pets é um jogo de sorte (Foto: Reprodução)

Camuflar comprimidos em meio à ração, petiscos, pastas, purês, pães e até mesmo outros alimentos a serem oferecidos aos pets é um jogo de sorte. Enquanto alguns animais não percebem a presença do item, outros são mais seletivos e conseguem separar o alimento e o comprimido, muitas vezes jogando esse fora, o que irá prejudicar a correta dosagem da medicação. 

Mas, como os tutores podem facilitar essa rotina? Seja durante um tratamento ou para a utilização de produtos endoparasiticidas, que protegem os animais contra os principais vermes intestinais. É neste contexto que os comprimidos palatáveis podem auxiliar. 

“Esse tipo de inovação foi desenvolvida para tornar a administração de medicações mais amigável. Com a mesma composição farmacológica dos comprimidos tradicionais, os medicamentos palatáveis têm como diferenciais unir à sua ação medicamentosa sabores e texturas agradáveis pensados especialmente para gerar o interesse dos pets”, explica a médica-veterinária e gerente de produtos da Unidade de Pets da Ceva Saúde Animal, Fernanda Ambrosino. 

Com sabores variados, semelhantes ao de carne, peixe ou frango, os petiscos medicamentosos facilitam muito a vida dos tutores que precisam medicar, assim como dos animais que precisam ser tratados, já que não envolvem todo o estresse sobre a medicação e ajudam a manter de maneira adequada o tratamento prescrito pelo médico-veterinário. 

É possível encontrar medicações palatáveis em diversos formatos, como drágeas, xaropes, biscoitos, suspensões ou pastas orais, todas são desenvolvidas levando em consideração o formato que melhor se adapta aos pets e ao tipo de tratamento necessário. 

“Hoje é possível encontrar medicamentos palatáveis com as mais variadas finalidades, como os indicados para infecções, inflamações, alívio da dor, eliminação de parasitas, analgésicos, entre outros. A versatilidade desse tipo de medicação proporciona mais praticidade, pois ela pode facilmente ser incluída na rotina do pet e o tutor poderá oferecer o item como um petisco para o animal. Isso proporciona menos estresse, menos doses perdidas e garante a administração correta, fatores que contribuem para a manutenção do bem-estar e da saúde do pet”, explica Fernanda. 

É importante ressaltar que ao oferecer uma medicação ao pet o ideal é que o tutor acompanhe o animal por pelo menos alguns minutos, pois mesmo com os palatáveis alguns animais podem esconder as cápsulas na gengiva e depois descartar, por isso é preciso estar atento. 

Sejam eles vermífugos, antibióticos, anti-inflamatórios ou até mesmo medicamentos de uso contínuo, a administração dos medicamentos palatáveis pode ser feita de maneira mais natural e sem interferir na rotina do animal. “A palatabilidade contribui para a saúde dos pets, uma vez que torna a administração mais amigável e permite que o processo seja feito de forma mais tranquila”, finaliza Fernanda. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Setembro Amarelo: Medicina Veterinária é a profissão com maior taxa de suicídio

Veterinária nutróloga comenta casos de intoxicação de cães após consumirem petiscos

Médica-veterinária do Zoo de São Paulo fala sobre o dia a dia do trabalho com animais selvagens

Compartilhe este artigo agora no