in

MÉDICO-VETERINÁRIO TAMBÉM DEVE BUSCAR BEM-ESTAR PRÓPRIO NA PROFISSÃO

Nova editoria da C&G VF, a Mindvet, foca na saúde mental deste profissional

Nova editoria da C&G VF, a Mindvet, foca na saúde mental deste profissional

Muito ouvimos falar, seja nas redes sociais ou em uma roda de conversa entre amigos e colegas de trabalho, sobre depressão, desgaste emocional, estresse, síndrome do pânico e, infelizmente, de suicídio. Assim, nós, da revista Cães&Gatos VET FOOD, começamos, a partir da edição de abril, uma nova editoria para falar sobre o bem-estar e saúde emocional de médicos-veterinários.

Para a primeira reportagem, convidamos a psicóloga organizacional e sócia proprietária da Kazi Integração & Consultoria Profissional especializada em recrutamento e seleção de pessoas com deficiência, Jéssica Pavanelli, para falar sobre a importância de se trazer esse tema ao debate.

Para Jéssica, falar sobre bem-estar do profissional é algo novo. “Antigamente, o trabalhador era visto como apenas mais um número, responsável pela produção e que precisava trabalhar muito para que pudesse ganhar de acordo com sua necessidade pessoal para sua sobrevivência”, afirma.

A psicóloga recorda, também, que há um novo vilão entre os profissionais: Síndrome de Burnout. “Dentro do mercado de trabalho existe uma competição muito grande desde a seleção para a vaga e durante o período de trabalho, com uma busca por ser o melhor da área, onde pode haver preconceitos, discriminações, inveja por ter recebido um elogio, enfim, uma competição interna do profissional e externa com outros profissionais, fazendo com que muitas pessoas se sintam pressionadas ao extremo e tendo um adoecimento como esta síndrome, que pode gerar outras doenças como depressão e levando à morte”.

Leia a reportagem completa neste link.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REPRODUÇÃO

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DA NATIONAL GEOGRAPHIC DÁ DICAS PARA TUTORES DE PETS

REPRODUÇÃO

DE FORMA INÉDITA, CHINA RETIRA CÃES E GATOS DA LISTA DE ANIMAIS COMESTÍVEIS