in

MÉTODOS CONTRACEPTIVOS SEM EFEITOS COLATERAIS PARA CÃES É TEMA DE ESTUDO

Meta é utilizar a tecnologia na ciência para melhorar o bem-estar dos pets

Cada médico-veterinário e pesquisador prefere uma área específica do conhecimento da Medicina Veterinária. Não é diferente com a professora associada da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ), da Universidade de São Paulo (USP, São Paulo/SP), Paula de Carvalho Papa Keohane, que investiga temas relacionados ao cio e os métodos de prevenção para o controle de reprodução em cadelas. 

Paula, com a colaboração da doutoranda do programa de pós graduação em Reprodução Animal da FMVZ Vanessa Uemura da Fonseca, iniciou um estudo sobre a possibilidade de métodos contraceptivo sem efeitos colaterais. 

Ela conta que a ideia surgiu durante os estudos do doutorado, na Alemanha, entre os anos de 1998 e 2001. “Foram descritos os receptores para progesterona e estradiol no corpo lúteo ao longo da fase do diestro da cadela. Desde então, a pesquisa avançou muito para descrição e melhor compreensão da fisiologia reprodutiva. Há uma importante diferença nos ciclos reprodutivos entre as espécies e os mecanismos de controle na formação, manutenção e regressão do corpo lúteo permanecem ainda não completamente esclarecidos para as cadelas”, explica. 

Leia mais na edição de janeiro da C&G VF. Acesse já.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PRIMEIRO MÊS DE NOVA GESTÃO DO CFMV JÁ CONTA COM DIVERSAS ATIVIDADES

ANIMAIS AUXILIAM CRIANÇAS COM AUTISMO A SE RELACIONAREM SOCIALMENTE