in

OSTEOARTRITE CANINA DEVE SER TRATADA COM SOLUÇÕES SEM CORTICOIDES

Doença causa dores intensas e limita movimentos dos animais de companhia

A osteoartrite, chamada tecnicamente de Doença Articular Degenerativa (DAD), é um problema progressivo, crônico e de evolução lenta. Acomete cães de todas as raças e idades, embora estejam mais predispostos à doença os animais mais idosos, com sobrepeso ou de raças grandes como, por exemplo, Labradores e Golden Retrievers. 

De acordo com o gerente Técnico e de Pesquisa Aplicada de Animais de Companhia da Zoetis, Alexandre Merlo, a DAD é um distúrbio que causa inflamação e degeneração da cartilagem das articulações. “Os principais sintomas apresentados pelos cães são: dor ao andar ou ao praticar exercícios como correr ou pular, dificuldade para se levantar e para subir escadas, mancar ao andar, rigidez nas articulações posteriores, dor ao toque e perda gradativa dos movimentos”, afirma. 

correr

A osteoartrite pode ser evitada por meio deexercícios e alimentação adequada (Foto: reprodução)

O problema pode ser silencioso nas fases iniciais, durante as quais os animais praticamente não demonstram qualquer sinal de dor ou apresentam sintomas leves, como claudicação esporádica e certa limitação de movimentos. “Em estágios mais avançados, o animal pode não conseguir sequer andar em trajetos curtos, muitas vezes ficando deitado a maior parte do dia”, declara o especialista. 

Tratamento e prevenção. A doença não tem cura, mas é possível manter a qualidade de vida por meio de tratamento medicamentoso, controle de peso, alimentação adequada, exercícios moderados e fisioterapia. Os medicamentos mais indicados, segundo Merlo, são os anti-inflamatórios não-esteroidais, pois os corticoides podem causar efeitos adversos nos cães, tais como respiração ofegante, aumento da produção de urina, além de sede e fome excessivas. “Os anti-inflamatórios não esteroidais reduzem a dor combatendo a inflamação, permitindo ao animal voltar à vida normal. Essa característica de controle da dor, além da segurança, diferencia os anti-inflamatórios não-esteroidais dos corticoides”, explica. 

A Zoetis possui duas soluções anti-inflamatórias sem corticoides para casos de osteoartrite canina. “O Trocoxil é um comprimido que age por um mês. A primeira e a segunda administração precisam ocorrer no intervalo de 14 dias. Depois disso, a dose é mensal”, aponta. Já o Rimadyl é um comprimido mastigável de administração diária, ministrado pelos tutores. Os veterinários contam, também, com a sua versão injetável, utilizada quando os animais chegam ao consultório com dores agudas, para alívio imediato. “Depois deste atendimento, os tutores podem continuar o tratamento em casa com o mesmo princípio ativo”, esclarece. 

A osteoartrite pode ser evitada por meio de exercícios e alimentação adequada, de forma que o animal se mantenha com peso adequado. O tipo de piso do lar também pode influenciar o aparecimento da doença. “Pisos muito lisos podem fazer os cães escorregarem demais e desenvolverem distúrbios articulares”, alerta Merlo. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIANA PET FOOD OFERECE SOLUÇÕES SEGURAS E CONFIÁVEIS AO MERCADO

MANEJO NUTRICIONAL DE AVES E PEQUENOS MAMÍFEROS PODE SER DESAFIADOR