in

OUROFINO PET PROMOVE LIVE COM DICAS DE ADOÇÃO, NO FACEBOOK

Bate-papo contará com a participação da fundadora da ONG Cãopaixão

Gato ou cachorro? Na hora de adotar, essa é uma dúvida que costuma surgir com frequência. No entanto, não é a única condição a ser avaliada. Vários fatores interferem na adaptação à nova rotina, tanto da família quanto do animal. Para esclarecer os diversos pontos que devem ser analisados, a Ourofino Pet (Cravinhos/SP) inicia 2019 com uma live na página Byte Amigo Pet, no Facebook, voltada para o público que planeja adotar ou que busca dicas para integrar o novo membro da família. Será a primeira edição do ano do programa Amigo Pet, criado em 2018. 

No dia 31 de janeiro, às 19h, o bate-papo será com a médica-veterinária e gerente Técnica da Linha Pet da empresa, Andrea Savioli, e com a fundadora da ONG Cãopaixão (Ribeirão Preto/SP) e também colaboradora da Ourofino, Marília Bonízio. 

Os espectadores da transmissão poderão enviar perguntas que os ajudem a entender se estão preparados para tomar esse passo, de adotar. “O animal vai dedicar amor e carinho ao tutor, que, em contrapartida, precisa estar preparado para se envolver com o pet. Além disso, é preciso compreender as implicações que a adoção traz: expectativa de vida, cuidados veterinários, planejamento para os programas de lazer em que o animal não será inserido, como viagens de final de ano, entre outros pontos”, exemplifica Andrea. 

Marília conta que a ONG Cãopaixão, que já soma dez anos de atividade, nasceu de uma adoção que ela fez. “Adotei o Théo, um cão que foi abandonado pelos tutores, em uma feira de adoção e, ao conhecer o trabalho de proteção animal, optei por me engajar na causa. Foi quando fundei a Cãopaixão junto com outros protetores. O foco da associação é, justamente, oferecer à comunidade orientações e meios de ajudar animais que sofrem abandono até que encontrem um lar, disponibilizando vagas em nossas feiras de adoção, indicando parceiros que prestam serviços a custos reduzidos e, quando possível, doando medicamentos, que conseguimos viabilizar por meio de parcerias, como a que mantemos com a Ourofino”, diz. 

Para Marília, a live proposta pela empresa será importante para a conscientização das pessoas. “Existem muitas dúvidas, as mais comuns no momento da adoção são sobre a idade do animal, o comportamento em contato com outros pets e crianças e o que aconteceu para que esteja na feira. O bate-papo também cumprirá um papel importante para desestimular a compra de cães e gatos”, afirma. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACADEMIA AQUÁTICA É CRIADA PARA RÉPTEIS ACIMA DO PESO, NA AUSTRÁLIA

VETERINÁRIOS QUE ATUAM COM OFTALMOLOGIA PODEM TER TÍTULO DE ESPECIALISTA