in

PESQUISA MOSTRA COMO TUTORES ENXERGAM A OBESIDADE EM FELINOS

Veterinário conta que a investigação analisou 81 gatos desde 2016

Existem temas que se destacam na rotina dos médicos-veterinários por aparecerem em grande demanda. O excesso de peso e a obesidade são alguns deles e, na maioria das vezes, os profissionais detectam que a causa está relacionada à alimentação do pet. 

Existem diversos estudos referentes aos assuntos citados, sobre riscos e doenças, mas poucos falam a respeito dos proprietários e sua percepção desse tema. Uma avaliação da relação da obesidade felina com a percepção de tutores a respeito da condição corporal do animal foi explorado no estudo publicado pela Faculdade de Medicina Veterinária (FMV), da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULTH, Lisboa/Portugal), realizado pelo veterinário João Filipe Trindade Almeida. 

De acordo com ele, a investigação teve início em 2016. “No total, 81 felinos participaram da análise, mas apenas 70 foram incluídos na pesquisa, por não apresentarem nenhum fator de exclusão ou de não inclusão, terem menos de um ano de idade, estarem sob efeito de medicação que pudesse influenciar o peso, serem animais de rua ou pertencentes a associações”, narra. 

A análise foi realizada por meio da recolha de dados, em um questionário e com a ajuda de uma tabela classificativa numerada de um a nove, sendo considerado um para muito magro e nove obeso. 

Saiba sobre os resultados da pesquisa na edição de março. Clique aqui.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VERMINOSE TRANSMITIDA POR LAGARTOS E LAGARTIXAS PODE ACOMETER OS GATOS

RELATÓRIO APONTA TRÊS TENDÊNCIAS NO SEGMENTO DE PET CARE