in

PESQUISADORES DESCOBREM VARIANTE GENÉTICA QUE CAUSA SOBREPESO EM LABRADORES

A equipe também avaliou o grau de interesse do cachorro pela comida

Um grupo de cientistas descobriu que uma mudança genética nos labradores pode fazê-los engordar. No estudo, publicado pela revista Cell Metabolism, no dia 03 de julho, os pesquisadores analisaram 310 cães, que foram pesados e examinados por médicos-veterinários.

A equipe também avaliou o grau de interesse do cachorro pela comida, por meio de um questionário em que seus proprietários descreviam como eles se comportavam.

Ao cruzar os resultados, os cientistas determinaram que a modificação do gene chamado POMC estaria particularmente ligado ao excesso de peso e obesidade, bem como ao apetite deles. Segundo eles, cada mutação pode significar, em média, 1,9 kg a mais no animal.

Este gene atua sobre um mecanismo importante para o cérebro para reconhecer o sinal de fome e saciedade. “As pessoas que têm labradores, muitas vezes, dizem que eles são obcecados por comida, o que corresponde ao que sabemos sobre os efeitos dessa variação genética”, declara a médica-veterinária da Universidade de Cambridge (Cambridge, Reino Unido) e principal autora do estudo, Eleanor Raffan.

Cerca de um labrador em cada quatro teria pelo menos uma cópia desta variante genética. O excesso de peso pode reduzir a expectativa de vida, afetando a mobilidade, tornando o animal diabético ou provocando doenças cardíacas, de forma parecida como acontece nos seres humanos.

Fonte: Folha de S.Paulo, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INDICAÇÕES PARA OS PRÊMIOS PAULO DACORSO FILHO E OCTÁVIO DOMINGUES DEVEM SER FEITAS ATÉ O FIM DE JULHO

ABINPET DEFENDE QUE ALIMENTAÇÃO BALANCEADA É FUNDAMENTAL PARA A SAÚDE DOS PETS