in

PESQUISAS TRAZEM NOVAS DESCOBERTAS SOBRE DOENÇAS PERIODONTAIS

Mercado pet oferece petiscos eficientes que auxilia o problema

Mercado pet oferece petiscos eficientes que auxilia o problema

As doenças periodontais são uma das condições mais relatadas entre cães e gatos e variam de acordo com a raça e a idade do animal. Estima-se que em cães, as doenças possuem variações de 44-64% e em gatos, de 72-98%. Essas doenças ocorrem devido ao crescimento de bactérias na superfície dos dentes, favorecendo a formação da placa que promove a evolução do caso. 

Cães e gatos possuem desvantagem em investimentos destinados à pesquisa animal, quando comparados ao que se investe em pesquisas para humanos. Utilizando métodos sequenciais de DNA foi possível entender melhor quais espécies bacterianas estão associadas com a placa de um cão saudável e de cães com gengivite. 

Pela primeira vez em laboratório, um método isolado de crescimento de micro-organismos foi realizado, fornecendo um arquivo com a classificação específica de bactérias provenientes de cães e gatos. Este arquivo permitiu o entendimento de como as bactérias presentes na placa interagem e, como se manifestam clinicamente na ocorrência da gengivite, além de mostrar quais bactérias são as primeiras a colonizar os dentes dos cães.

Leia o artigo completo na edição de abril da C&G VF.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REPRESENTANTE DO CRMV-SP APONTA AS NORMAS PARA HOSPITAIS PÚBLICOS

FEIPET 2018 SERÁ PALCO PARA DIVERSOS LANÇAMENTOS DO SETOR PET