Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades, Destaques

Petiscos naturais para cães e gatos são alternativas saudáveis e nutritivas

Eles fornecem nutrientes essenciais que suportam a função imunológica, a saúde da pele e do pelo, além de fornecer energia ao animal
Por Cláudia Guimarães
foto-petisco
Por Cláudia Guimarães

Os petiscos naturais estão ganhando popularidade entre tutores de pets conscientes da saúde de seus animais. A médica-veterinária especializada em nutrição pet, Carla Maion, explica os inúmeros benefícios que esses petiscos podem oferecer em comparação com os produtos processados industrialmente.

- PUBLICIDADE -

De acordo com a profissional, os petiscos naturais, geralmente, contêm menos conservantes e corantes artificiais. “São, frequentemente, mais ricos em nutrientes, proporcionando vitaminas e minerais essenciais que muitas vezes se perdem durante o processamento industrial. Além disso, esses petiscos tendem a ser menos calóricos e conter menos açúcares e gorduras não saudáveis, o que ajuda a manter um peso adequado e promove a saúde geral dos animais de estimação”, explica.

Frutas como maçãs (sem sementes), bananas e mirtilos são excelentes opções para os pets (Foto: reprodução)

Para oferecer petiscos saudáveis, os tutores podem considerar uma variedade de alimentos naturais. “Frutas como maçãs (sem sementes), bananas e mirtilos são excelentes opções, assim como vegetais como cenouras, abobrinhas e pepinos. Carnes magras cozidas, como frango, carne bovina e peru, também são adequadas, desde que sejam oferecidas sem temperos”, sugere, mas lembra que é essencial que esses alimentos sejam oferecidos em pequenas quantidades e preparados de maneira a evitar riscos de engasgo ou indigestão.

Carla garante que petiscos naturais podem contribuir significativamente para a saúde e o bom comportamento dos cães e gatos. “Eles promovem uma alimentação equilibrada, fornecendo nutrientes essenciais que suportam a função imunológica, a saúde da pele e do pelo, além de fornecer energia. Muitos petiscos naturais, como certos tipos de frutas e vegetais, são ricos em fibras, o que pode melhorar a digestão e a saúde intestinal dos animais”, exemplifica.

É preciso estar atento!

No entanto, ao oferecer petiscos naturais, os tutores devem tomar precauções importantes. “É crucial garantir que os alimentos sejam seguros e não tóxicos para os animais, evitando itens como uvas, cebolas, alho e chocolates. Os petiscos devem ser oferecidos em quantidades controladas para evitar desequilíbrios nutricionais e ganho de peso. Além disso, é importante introduzir novos alimentos gradualmente para monitorar possíveis reações alérgicas ou intolerâncias”, adverte.

A veterinária reitera que certos petiscos naturais podem ser especialmente benéficos para a saúde dental dos cães e gatos: “Vegetais crocantes, como cenouras e pepinos, podem atuar como abrasivos naturais, ajudando na limpeza dos dentes”.

Carnes magras cozidas, como frango, carne bovina e peru, também são adequadas, desde que sejam oferecidas sem temperos (Foto: reprodução)

A incorporação de petiscos naturais em uma dieta balanceada pode ser feita com cuidado para não comprometer a nutrição geral dos animais de estimação. “Isso pode ser conseguido calculando o total de calorias diárias e garantindo que os petiscos não excedam 10% desse total. Dessa forma, a dieta principal permanece a fonte primária de nutrição, enquanto os petiscos adicionam benefícios adicionais sem sobrecarregar a ingestão calórica”, elucida.

Para animais com sensibilidades alimentares ou alergias, petiscos naturais podem ser uma excelente opção, pois permitem maior controle sobre os ingredientes. “Os tutores podem selecionar alimentos que sabem ser seguros para seus animais de estimação. No entanto, é aconselhável consultar um veterinário antes de introduzir novos alimentos”, recomenda.

Para garantir que os petiscos naturais oferecidos atendam aos mais altos padrões de qualidade e segurança alimentar, Carla menciona que os tutores devem optar por ingredientes frescos e de origem confiável. “Comprar de produtores locais e orgânicos pode reduzir o risco de contaminação por pesticidas e outros produtos químicos. Além disso, os alimentos devem ser preparados e armazenados adequadamente para evitar a proliferação de bactérias e outros patógenos”, sugere.

Em resumo, os petiscos naturais oferecem uma série de vantagens nutricionais e de saúde para cães e gatos. No entanto, devem ser administrados com cuidado e conhecimento para maximizar seus benefícios e minimizar quaisquer riscos potenciais.

Compartilhe este artigo agora no