in

PL PREVÊ QUE TUTOR NÃO TENHA FALTA DESCONTADA SE LEVAR PET AO VETERINÁRIO

Medida, caso aprovada, será válida nos casos emergenciais durante expediente

Medida, caso aprovada, será válida nos casos emergenciais durante expediente

A importância dos animais de companhia para os tutores já é incontestável. A cada dia os pets ganham um espaço maior dentro das famílias. Quando o assunto é emergência, muitos precisam faltar ao trabalho para levar o animal até o médico-veterinário. Pensando nisso, um Projeto de Lei (PL) do deputado Orlando Silva visa abonar o dia de trabalho para os funcionários que tiverem essa necessidade.

Ainda em tramitação, o parlamentar alega que os direitos do animal devem ser defendidos pela lei como os direitos do homem. Caso o projeto seja aprovado, não será necessário passar pelo plenário, pois transita de forma conclusiva.

cao_pet_reproducao

Matéria será analisada pelas comissões de Trabalho,de Administração e Serviço Públicoe de Constituição e Justiça e de Cidadania (Foto: reprodução)

“Nada mais natural que adequar a legislação trabalhista a esse contexto, permitindo que, nas ocasiões de emergências médicas, o responsável possa ter a falta justificada, por parte dos empregadores, para o acompanhamento de animais de estimação em emergências veterinárias”, defende Silva.

Caso aprovada, o parlamentar também visa incluir o projeto na Consolidação das Leis do Trabalho, para que o processo de adesão seja facilitado para os trabalhadores.

Fonte: Correio Braziliense, adaptado pela Cães&Gatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PESQUISA PRÉVIA É ESSENCIAL PARA QUEM DESEJA ADOTAR ANIMAL EXÓTICO

USO DA CANNABIS NO TRATAMENTO DE PETS AVANÇA NOS EUA, MAS GERA DEBATE