in

PLATAFORMA AUXILIA NA IDENTIFICAÇÃO DE ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO

Sistema pode substituir a microchipagem para armazenar dados dos pets

Sistema pode substituir a microchipagem para armazenar dados dos pets

Atentos aos desafios do mercado, pesquisadores da SciPet, empresa-filha do Instituto de Computação (IC) da Unicamp, desenvolveram um sistema inteligente para gestão de animais de estimação a partir de uma plataforma colaborativa, permitindo o gerenciamento destes pets em espaços compartilhados. Uma das funcionalidades da ferramenta, que contou com a colaboração de pesquisadores da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) da Universidade, é auxiliar na busca por animais perdidos, sendo uma alternativa menos invasiva à microchipagem. 

A empresa-filha da Unicamp efetuou, recentemente, o licenciamento da tecnologia. A plataforma foi apelidada de CrowdPet. Com foco em prefeituras, ONGs, pet shops e condomínios residenciais, a plataforma permite conhecer o espaço de maior concentração de pets, localizar os cães e gatos perdidos e abandonados e levantar informações sobre eles.

Resumidamente, seu funcionamento se dá da seguinte maneira: os usuários inserem as informações sobre os animais (foto e características gerais) em uma plataforma colaborativa, formando um cadastro geral de animais. O reconhecimento de animais perdidos se dá por meio de inteligência artificial, cruzando as imagens do pet perdido com os dados inseridos na plataforma. 

A tecnologia já está em uso por profissionais da Prefeitura de Jaguariúna (SP) desde setembro de 2018. Por enquanto, no caso do município, apenas os funcionários da prefeitura que atuam na saúde e bem-estar animal podem cadastrar os animais na plataforma, mas a intenção é expandir para a população geral. 

Fonte: CRMV-SP, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANIMAIS COM PROBLEMAS DE PELE PODEM TER AUXÍLIO DOS PRODUTOS IBASA

MUTIRÕES DE CASTRAÇÃO DEVEM CONTAR COM AÇÕES DE GUARDA RESPONSÁVEL