in

Plenária atualiza critérios das premiações do CFMV destinadas a veterinários e zootecnistas

Mudanças englobam critérios de avaliação e indicação, bem como a composição da comissão de avaliação

A 344ª Sessão Plenária Ordinária do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), em dois dias de trabalho (24 e 25 de fevereiro), aprovou mudanças nas resoluções dos prêmios Paulo Dacorso, Octávio Domingues e Comenda Muniz de Aragão e deliberou sobre processos administrativos, ético-profissionais e prestação de contas.

Pela primeira vez, a plenária do CFMV foi conduzida por uma mulher, a presidente em exercício, Ana Elisa Almeida, que avaliou o resultado da reunião como positivo e gratificante. “Nosso objetivo é sempre trabalhar para o fortalecimento cada vez maior do Sistema CFMV/CRMVs, com apoio efetivo aos regionais e pela valorização da Medicina Veterinária e Zootecnia”, declara. Ela comandou os trabalhos a partir da tarde do primeiro dia do evento.

A plenária aprovou, por unanimidade, as alterações nos textos das resoluções que regem as premiações do CFMV. As mudanças englobam critérios de avaliação e de indicação, bem como a composição da comissão de avaliação, que terá como integrantes os conselheiros suplentes, já que a votação é feita pelos titulares. No texto da Comenda Muniz de Aragão (que reconhece o trabalho de médicos-veterinários que tenham prestado relevantes serviços à Medicina Veterinária Militar Brasileira e ao fortalecimento da Veterinária Militar), os diretores e conselheiros incluíram os militares do Corpo de Bombeiros como possíveis candidatos à outorga.

Durante a reunião, foram analisadas as disposições do Decreto n° 8.770/2016, que altera o Decreto nº 64.704/69, que aprova o Regulamento da Profissão de Médico-Veterinário e dos Conselhos de Medicina Veterinária. Ao final, diretores e conselheiros receberam treinamento sobre a Resolução nº 1.330/2020, que trata do Código de Processo Ético Profissional, aprovaram a reformulação orçamentária do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Piauí (CRMV-PI), o relatório da Comissão de Tomada de Contas do federal e a doação de equipamentos de áudio, som e captação de imagem do CFMV ao CRMV-RN.

Diretores e conselheiros incluíram os militares do Corpo de Bombeiros como possíveis candidatos à Comenda Muniz de Aragão (Foto: reprodução)

Participação. Como representantes da diretoria, além de Ana Elisa, participaram o presidente do CFMV, Francisco Cavalcanti de Almeida (manhã do primeiro dia) e o secretário-geral, Helio Blume.

Completaram o grupo os conselheiros efetivos Célio Pires Garcia, Júlio Cesar Rocha Peres, Marcelo Weinstein Teixeira, Marcílio Magalhães Vaz de Oliveira, Olízio Claudino da Silva e Paulo de Araújo Guerra. Dos conselheiros suplentes, compareceram André Luiz Teixeira de Carvalho, Flávio Pereira Veloso, Márcia França Gonçalves Villa, Thiago Augusto Pereira de Moraes, Valney Souza Correa e Wirton Peixoto Costa.

Os dois dias de trabalho também foram acompanhados pelos diretores dos CRMVs de Alagoas e Tocantins, que estiveram em Brasília nesta semana, participando de treinamento.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Pesquisadores colhem sêmen de onças do Pantanal para salvar populações isoladas

Tutores de pets devem entender que eles são para a vida toda e não só durante a quarentena

Tratamento e reabilitação: Zoológico de Sorocaba devolve 22 animais à natureza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Corante artificial na ração chama atenção dos tutores, mas faz bem aos pets?

Causas, diagnóstico e tratamento: médica-veterinária fala sobre coprofagia