Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Por que cachorros abanam a cauda?

Evolução pode ter sido causada por processo de domesticação
Por Equipe Cães&Gatos
A white Jack Russell Terrier puppy stands sideways in a rack. Man's hand hold the puppy by tail.
Por Equipe Cães&Gatos

Os cães convivem com os humanos há cerca de 35 mil anos, mas muitos de seus comportamentos ainda permanecem um enigma científico, como o abanar da cauda.

Sabe-se que a cauda é movida para o lado direito em resposta a estímulos positivos (como a visão do dono) e para o lado esquerdo em caso de emoções negativas (como aquelas provocadas pela visão de um cão desconhecido e dominante). No entanto, ainda não é totalmente claro como esse comportamento evoluiu.

As hipóteses evolutivas emergiram a partir de recentes pesquisas científicas, publicadas na revista Biology Letters por pesquisadores das Universidades de Turim e La Sapienza de Roma, juntamente com a Universidade de Medicina Veterinária de Viena e o Instituto Max Planck de Psicolinguística nos Países Baixos.

Uma primeira hipótese sugere que o comportamento de balançar a cauda pode ter sido um dos objetivos do processo de domesticação, com os humanos inconscientemente selecionando cães que balançavam a cauda com mais frequência e ritmicamente.

girl combing the hair of a dog Dalmatian in the park, caring for a dog
Estudos multidisciplinares mostram que o cérebro humano é atraído por estímulos rítmicos, que desencadeiam respostas agradáveis envolvendo as redes cerebrais do sistema de recompensa (Foto: reprodução)

Uma segunda hipótese sugere a existência de uma ligação genética entre a docilidade e a anatomia da cauda dos cães: a seleção inicial para a docilidade pode ter causado alterações no desenvolvimento com repercussões em vários traços, como a anatomia da cauda.

Isso estaria em linha com os resultados de um experimento de longo prazo que tentou replicar o processo de domesticação em raposas prateadas, criadas por 40 gerações e selecionadas diretamente pela docilidade.

De acordo com ambas as hipóteses, a seleção do comportamento de balançar a cauda pode não ter sido uniforme entre as diferentes raças: por exemplo, cães de caça podem balançar a cauda com mais frequência do que cães pastores e ter sido submetidos a pressões seletivas diferentes durante o processo de domesticação.

Fonte: Byte, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

O que é e para que serve a “pelanquinha” na barriga dos gatos?

Cão mais velho do mundo tem título suspenso no Guinness 

Quais os aspectos importantes para um emagrecimento saudável de cães?

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!