in

Profissionais da Medicina Veterinária não podem oferecer promoções de Black Friday

Código de ética estabelece limites para garantir que os serviços não sejam desvalorizados

A primeira Black Friday no Brasil após início da pandemia e retomada da economia pode ser interpretada como uma grande oportunidade de atrair clientes e recuperar possíveis perdas dos últimos dois anos. No entanto, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), alerta para os danos que a infração ao Código de Ética profissional pode provocar na imagem dos profissionais.

Por meio da Resolução CFMV nº 1.138/2016, as normas que regulamentam a atividade profissional na Medicina Veterinária não permitem que sejam veiculados em meios de comunicação de massa, como rádio, TV, jornais, revistas e internet, qualquer anúncio com precificação, descontos ou gratuidades relacionados ao atendimento feito por médicos-veterinários, como explica a tesoureira e presidente da Comissão de Responsabilidade Técnica do CRMV-SP, Rosemary Viola Bosch.

Segundo a médica-veterinária, é preciso estimular o empreendedorismo construído sob o alicerce sólido dos valores éticos, essenciais para a conquista do sucesso profissional. “É um desafio a ser superado ainda na graduação. Abordar o tema de maneira humanística é uma chance de fortalecer a profissão, evitar equívocos e suprir deficiências quanto à falta de conhecimento da legislação”, defende.

Lembrando que o mercado recebe quase quatro mil profissionais por ano, a presidente da Comissão de RT do CRMV-SP faz um alerta sobre a necessidade de reflexão constante do cenário atual, que une os avanços conquistados pela categoria e o consequente aumento da demanda por atendimento. “Esta realidade exige um perfil de atuação responsável com valorização do conhecimento técnico e sem a criação de um embate entre profissionais por meio de condutas desleais. A dignidade da profissão está relacionada ao legado deixado à sociedade”, finaliza Rosemary.

Período de promoções, como a Black Friday, movimenta o setor de denúncias e fiscalização nos CRMVs (Foto: reprodução)

Fiscalização

A assessora técnica médica-veterinária do CRMV-SP, Anne Pierre Helzel, revela que o período de promoções, como a Black Friday, movimenta o setor de denúncias e fiscalização no Regional, no entanto, os casos relacionados ao descumprimento das regras publicitárias na Medicina Veterinária são analisados durante todo o ano.

Como exemplo de infrações mais comuns, Anne destaca: “Muitos profissionais oferecem descontos em consultas e vacinas. Alguns veterinários criam pacotes de serviços clínicos e, até mesmo, condicionam os cuidados profissionais ao faturamento da comercialização de produtos, serviços do petshop ou banho e tosa, o que contraria, gravemente, o Código de Ética e regulamentações que normatizam as práticas publicitárias”, encerra.

Fonte: CRMV-SP, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Médica-veterinária explica a diferença entre animais comunitários e abandonados

Profissionais do CRMV-SP alertam sobre rações e refeições ofertadas aos pets

Gestão: Diretoria eleita para triênio 2021-2024 toma posse na sede do CRMV-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

redes sociais

Veterinários e varejo pet aceleram utilização de ferramentas digitais para atingir clientes

novembro azul

Dia de Combate: câncer de próstata atinge cães e gatos de meia idade a idosos