in

Proteção animal: afastamento de 20 elefantes nos passeios de Forte Amer é comemorado

Animais serviam para transportar turistas em construção histórica na Índia

O uso de animais em ações de entretenimento é algo que discorre a história humana e que, em passos lentos, começa a ruir. Caminhando nesta direção, a ONG Proteção Animal Mundial comemora o afastamento de 20 elefantes nos passeios de Forte Amer, na Índia.  Animais serviam para transportar turistas.

Segundo a ONG, o Departamento Florestal de Rajasthan declarou que, por motivos médicos e morais, os vinte elefantes mais doentes e inaptos não devem mais ser usados para fins de entretenimento.

“Estamos muito felizes com a notícia, mesmo que seja um passo gradual. Esses elefantes são cruelmente treinados e passam suas vidas andando em superfícies duras do forte com alto peso dos turistas nas costas, além de serem mantidos em condições inadequadas e controlados com muita violência”, explica o gerente de Vida Silvestre da Proteção Animal Mundial, João Almeida. “O entretenimento proporcionado por esses animais pode ser facilmente adaptado por veículos. Afinal, elefantes são animais silvestres – não artistas”, complementa.

A Proteção Animal Mundial conta com campanhas ativas em relação ao tema que visam eliminar gradualmente os passeios e tem pressionado as autoridades locais para que retirem os elefantes da região, não apenas por causa da crueldade envolvida, mas também porque muitos precisam de ajuda médica. De acordo com análises: 10 elefantes têm tuberculose; 62 têm problemas de sangue; 19 são cegos; a maioria está desnutrida e todos os 102 têm problemas nos pés.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM

Gestores: CFMV promove novo encontro a fim de melhor integrar os regionais

Projeto que monitora onça-parda na Mata Atlântica ajuda a entender o comportamento da espécie

Fernando de Noronha: Trabalho em equipe garante manejo de gatos com método CED

(Foto: reprodução)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ABHV e PremieRpet apoiam curso de Gestão em Saúde Veterinária, da Fundação Dom Cabral

CRMV-SP oferta dicas para o resgate seguro de animais em situação de rua