Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Clínica e Nutrição

Quais as principais indicações e benefícios dos alimentos úmidos para os pets?

Escolha da alimentação desempenha um papel crucial na saúde dos cães e gatos
Por Equipe Cães&Gatos
alimento úmido
Por Equipe Cães&Gatos

A principal diferença nutricional entre alimentos úmidos e secos reside no teor de umidade. Enquanto os secos contêm no máximo 12% de umidade, os alimentos úmidos apresentam um mínimo de 65%. Isso não apenas confere um sabor mais atrativo aos animais, mas também permite uma diluição mais eficiente de calorias. 

“Para atender às necessidades calóricas diárias de um cão ou gato, o volume de alimento úmido consumido geralmente é maior em comparação aos alimentos secos”, explica Flavio Lopes, veterinário especializado em nutrição da Hill´s Pet Nutrition.

Os benefícios dos alimentos úmidos são vastos. Sua alta umidade resulta em maior palatabilidade, tornando-os uma excelente opção para animais doentes que não estão se alimentando adequadamente. “Além disso, podem aumentar a ingestão hídrica, sendo particularmente úteis para animais com menor tendência a beber água, como os gatos”, ressalta Lopes. Oferecer alimentos úmidos também pode ser uma estratégia eficaz de condicionamento educacional para cães e gatos.

A importância da hidratação é enfatizada no contexto de cães e gatos com problemas de desidratação. Animais que não ingerem água suficiente podem desenvolver problemas no trato urinário, como a formação de urólitos. “Oferecer a esses animais alimentos úmidos pode estimular a micção, evitando a concentração de urina e ajudando a prevenir a formação de cálculos na vesícula urinária “, explica Lopes.

Para os idosos também é uma ótima opção. “Esses animais muitas vezes precisam de alimentos mais macios e de fácil mastigação, e a alta umidade proporciona essa textura suave”, observa Lopes.

A alimentação úmida pode desempenhar um papel vital na nutrição e saúde de cães e gatos
(Foto: reprodução)

Conservantes e sódio podem fazer mal?

Desmistificando algumas preocupações comuns, o veterinário aborda mitos associados aos alimentos úmidos. Contrariamente à crença, essas dietas não possuem altos,  tampouco baixos níveis de conservantes, na verdade não possuem nenhum tipo de conservante, pois são esterilizados em autoclaves para preservação. Além disso, os níveis de sódio, muitas vezes questionados, são adequados para cães e gatos, não causando prejuízos à saúde.

A transição para alimentos úmidos deve ser gradual para evitar problemas intestinais, e sua escolha deve ser baseada em marcas confiáveis e excelente reputação científica. No entanto, Lopes enfatiza que as dietas úmidas não controlam o peso dos animais, sendo necessário gerenciar a quantidade adequada para evitar o ganho excessivo.

“A alimentação úmida pode desempenhar um papel vital na nutrição e saúde de cães e gatos. No entanto, é sempre recomendado consultar um veterinário para determinar as necessidades específicas de cada animal”, conclui Flavio Lopes.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Cão-guia: você conhece todos os processos de treinamento destes animais?

Profissional explica como lidar com a coprofagia canina 

Veterinárias explicam o que é DTUIF e os prejuízos que ela traz à saúde dos gatos

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!