Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Clínica e Nutrição

Quais os aspectos básicos decisivos na automutilação em aves de companhia?

Indícios comportamentais são percebidos apenas quando a enfermidade já se encontra em estágio avançado
Por Equipe Cães&Gatos
aves
Por Equipe Cães&Gatos

As aves são animais oriundos da natureza, ou seja, elas foram obrigadas a moldar diversos comportamentos para evitar a predação, como por exemplo, esconder sinais da sua doença. Mesmo vivendo em um apartamento, em plena cidade, elas podem exibir esse padrão. Não por se sentirem ameaçadas, mas apenas por terem tido seus genes naturalmente selecionados ao longo dos séculos, que as tornou biologicamente “programadas” para externalizar e internalizar certas reações. 

Com isso, infelizmente, indícios comportamentais são geralmente percebidos apenas quando a enfermidade já se encontra em estágio avançado, podendo ser ineficaz seu tratamento. Assim, muitos desses animais têm seu óbito dado como “súbito” quando, na realidade, seus sintomas e expressões não foram notados a tempo. Vale lembrar que esses sinais e suas leituras não são universais ou padronizadas. Cabe ao tutor, acompanhado rotineiramente, de um profissional veterinário, analisar e comparar os comportamentos mostrados, com base em estudo técnico e observacional. 

Leia o artigo completo na edição 292, da revista Cães e Gatos. 

Referências: 

● Basic care for companion birds. Association of Avian Veterinarians, 2019. Disponível em: 

https://cdn.ymaws.com/www.aav.org/resource/resmgr/pdf_2019/AAV_Basic-Care-for -Companion.pdf. Acesso em: 22 ago. 2023. 

● Stress in your bird. VetWest, 2023. Disponível em: https://www.vetwest.com.au/pet-library/stress-in-your-bird/. Acesso em: 30 ago. 2023

● HESS, Laurie. et al. Avian behavior: an evolving discipline. Dallas: JSTOR, 2008

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!