in

Reconhecimento: 8º Edição do Prêmio de Pesquisa PremieRpet divulga vencedores

Foram avaliados 21 trabalhos originados em sete universidades de todo Brasil

A fim de reconhecer pesquisadores que investem no conhecimento científico sobre a evolução da nutrição de cães e gatos no Brasil, a PremieRpet faz questão de destacar o trabalho de pesquisadores por meio de seu Prêmio de Pesquisa, que está na oitava edição e acaba de registrar novos ganhadores.

Ação que impulsiona profissionais a se interessarem cada vez mais na área, faz parte de uma série de investimentos permanentes da empresa, que fomenta o conhecimento, além de mirar em novas parcerias com universidades, financiamento de pesquisas, realização de eventos científicos, investimentos no Centro de Desenvolvimento Nutricional (CDN), e muito mais.

Incentivo ao conhecimento

A diretora de Planejamento Estratégico e Marketing Corporativo da PremieRpet, Madalena Spinazzola, destaca que o Prêmio de Pesquisa proporciona incentivo e reconhecimento aos pesquisadores que se dedicam à nutrição de cães e gatos, fomentando ano após ano o desenvolvimento do setor. “Promovemos o estreitamento do vínculo entre as áreas acadêmica, clínica e a indústria, gerando resultados efetivos que envolvem os cuidados com a nutrição, o manejo alimentar e a inovação em produtos com conceitos nutricionais diferenciados”.

O Professor e Doutor, Márcio Antonio Brunetto, responsável pela disciplina de Nutrição de Cães e Gatos na  Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ/USP) e Coordenador do Centro de Pesquisa em Nutrologia de Cães e Gatos (CEPEN pet), foi o orientador da primeira e da terceira colocada desta edição, bem como de ganhadores em edições passadas. Ele destaca a alta relevância desse investimento contínuo realizado pela PremieRpet.

“O prêmio é um reflexo de todo o empenho e envolvimento para tornar as pesquisas cada vez mais consolidadas no Brasil e no exterior. É uma iniciativa que promove na prática o desenvolvimento dos pesquisadores, mobilizando alunos e acadêmicos rumo à geração de conhecimento”, aponta.

Conheça os vencedores do 8º. Prêmio de Pesquisa PremieRpet

Em primeiro lugar, a ganhadora foi Mariana Fragoso Rentas. A pesquisadora conduziu o trabalho com o auxílio do Prof. Dr. Márcio A. Brunetto, sobre o trabalho: “Análise metabolômica aponta influência de biomarcadores consequentes à obesidade felina na evolução de outras comorbidades”. 

O segundo lugar ficou para Camila Goloni, orientada pelo Prof. Dr. Aulus Carciofi. Foram avaliados a partir da pesquisa sobre o “Consumo de proteína e amido na composição corporal, gasto energético, saciedade, atividade física voluntária e metabolismo de água de gatos domésticos”.

E em terceiro lugar, Mariana Pamplona Perini, também conduzida pelo  Prof. Dr. Marcio A. Brunetto, foi classificada a partir da pesquisa apresentada: “Vantagens e desvantagens das diferentes ferramentas moleculares para avaliação da disbiose intestinal em cães e gatos”

O 8º. Prêmio de Pesquisa PremieRpet recebeu 21 trabalhos originados em sete universidades de todo o Brasil. Todos os trabalhos inscritos foram avaliados por uma comissão julgadora formada por profissionais do Centro de Desenvolvimento Nutricional (CDN) da PremieRpet, além da especialista internacional convidada, membra da European Society of Veterinary and Comparative Nutrition, Dra. Cecília Villaverde Haro, também esteve presente, a médica-veterinária, mestre e doutora em nutrição de cães e gatos pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da Universidade Estadual Paulista – Un, a Drª. Luciana Domingues.

8º Edição do Prêmio de Pesquisa PremieRpet divulga novos vencedores
“O prêmio é um reflexo de todo o empenho e envolvimento para tornar as pesquisas cada vez mais consolidadas no Brasil e no exterior” (Foto: divulgação)

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

CFMV habilita entidade para concessão de Título de Especialista em Endocrinologia Veterinária

Importação de animais: biólogo comenta as condições ideais para as espécies

RJ constrói viaduto para reduzir o número de acidentes envolvendo animais silvestres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onça

Bióloga comenta caso de “onça cancelada” por caçar capivara para se alimentar

Profissional cita as características mais importantes na comunicação entre os animais