in

REDE INTERNACIONAL DE FRANQUIA QUER DOBRAR O NÚMERO DE PETSHOPS EM 2017

Petland possui, atualmente, 35 lojas entre abertas e em construção

Petland possui, atualmente, 35 lojas entre abertas e em construção

Com quase três anos de operação, a Petland vem mantendo um ritmo sustentável de crescimento. Atualmente, a rede tem 35 lojas, entre abertas e em construção, nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e Paraná.  

Para atingir as metas de expansão, a empresa busca diferentes formatos de operação. Um deles é a master franquia estadual ou regional. A cidade de Santos (SP) e o Estado do Paraná lideram o ranking com quatro unidades cada. No Espírito Santo, a segunda loja, e a primeira em shopping da rede Petland, deve ser aberta no mês de março. Em 2016, os Estados do Rio de Janeiro e da Bahia entraram no mapa de crescimento, com a abertura de novas lojas nas cidades de Rio das Ostras e de Salvador, respectivamente. 

Os planos contratados com os respectivos master franqueados para os próximos cinco anos são:  40 lojas no Paraná, 15 no Espírito Santo, 25 na Bahia e 15 unidades no litoral de São Paulo. “O mercado pet ainda é muito pulverizado, formado, principalmente, por médicos-veterinários que não estão preparados para a gestão do negócio”, diz o sócio-diretor da empresa e responsável pela expansão da rede, Rodrigo Albuquerque. Ainda segundo levantamento da Petland, há cerca de 50 mil lojas que trabalham com o segmento pet, sendo que mais de 99% dos empresários só tem uma ou duas lojas. Para o executivo, quem está entrando no mercado agora deve apostar na profissionalização da gestão e em uma gama maior de serviços para aumentar as margens. 

Petland

A Petland foi fundada em 1967, com a ideia de potencializar a interatividade entre humano e animal (Foto: divulgação)

Além da master franquia, o plano de crescimento da Petland em 2017, para chegar a 60 lojas, contempla a assinatura de dez contratos de lojas novas e dez contratos de conversão de lojas no Estado de São Paulo, uma das apostas da marca para potencializar a expansão.  

A empresa oferece diversos formatos de lojas para atrair novos investidores. Entre eles, o modelo de operação de loja compacta tem algumas vantagens econômicas como custo de instalação reduzido, custo de ocupação até 50% menor e maior facilidade operacional. 

O faturamento médio, dependendo do tamanho da loja, pode chegar a R$ 1.200/m² quando a empresa atinge maturidade. O investimento inicial na franquia é a partir de R$ 296 mil, incluindo o treinamento de sete dias na Universidade Petland (presencial e on-line), que consiste em transmissão de informação continuada e não simplesmente no início da operação.  O prazo de contrato é de cinco anos, e o retorno vem de 24 a 36 meses. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMAC DÁ DICAS DE COMO MANTER OS NEGÓCIOS NO SETOR PET EM 2017

2016 FOI ANO DE RESULTADOS POSITIVOS PARA O BALANÇO GLOBAL DA DSM